Autor de A Lista Terminal sobre críticas negativas: “Não fizemos isso para críticos”

Jack Carr demonstrou não ligar para a opinião dos críticos mas sim da audiência

publicidade

Disponível no Prime Vídeo desde o início do mês, A Lista Terminal se juntou às muitas produções que, apesar de ter recebido as piores críticas dos profissionais especializados, se tornou um grande sucesso de audiência, o que o autor da história destacou ao responder sobre as críticas negativas.

Protagonizada por Chris Pratt, a série acompanha o Tenente Comandante, James Reese, que tenta descobrir o que realmente aconteceu de verdade na missão que culminou na morte de todo seu pelotão SEAL da Marinha, e acaba colocando a si e sua família em perigo.

Apesar de ter agradado muito os telespectadores, tendo se tornado rapidamente a líder do Top 10 de títulos mais assistidos do Prime Video, e ter obtido 94% de aprovação do público no Rotten Tomatoes, a avaliação da crítica, conforme o mesmo site, não foi nada boa, com uma aprovação de apenas 43%.

Cena de A Lista Terminal (Reprodução/Youtube)
publicidade

O autor do livro que foi adaptado no programa, o ex-SEAL da Marinha Jack Carr, participou recentemente do talk show americano Tucker Carlson Tonight e comentou sobre a reação dos críticos, como ela difere da opinião do público e como ele não liga para as críticas.

“Está em linha com tudo o que entendo sobre a cultura atual e o clima na América agora. Parece ter desencadeado alguns desses críticos. A audiência de 95%, faz tudo valer a pena. Não fizemos isso pelos críticos”, ele ressaltou.

Ele prosseguiu explicando que o programa foi feito principalmente para ex-militares como ele, que se se identificam, entendem e aprovam a história que veem nas telas e a maneira como ela está sendo mostrada.

“Fizemos para aqueles na arena. Fizemos para o soldado, marinheiro, aviador e fuzileiro que foi para o Iraque e Afeganistão, para que eles pudessem sentar no sofá e dizer: ‘Ei, esses caras trabalharam. Eles se esforçam para fazer algo especial e fazer um programa que fale com eles.’ E essa classificação de 95% me permite saber que pelo menos chegamos perto”, ele afirmou.

publicidade
Chris Pratt é James Reece em A Lista Terminal (Divulgação Amazon Studios)

Durante a participação no talk show, Carr ainda leu algumas críticas da série e quando mencionou uma em que o crítico se perguntava sobre como chamar um programa como A Lista Terminal, ele foi um pouco debochado em responder:

publicidade

“Você chama isso de a série nº 1 no Prime Video”.

A 1ª temporada completa de A Lista Terminal está disponível no Prime Video

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›