A Lista Terminal: Chris Pratt foi escolhido antes mesmo da série existir

Escritor da obra que inspira a série admitiu que também sempre desejou ter Antoine Fuqua como diretor

publicidade

O atual maior sucesso do Prime Video, A Lista Terminal, já tinha protagonista escolhido muito antes de se falar em produzi-la, segundo revelou o autor do livro de mesmo nome, no qual a série de ação foi inspirada, Jack Carr.

Em uma recente entrevista para o site americano Screen Rant, o escritor admitiu que desde que começou a pensar em transformar sua obra em uma série, ele escolheu Chris Pratt para dar vida a James Reece.

“Quando criança dos anos 1980, era natural para mim pensar em alguém eventualmente retratando o personagem que eu estava escrevendo no capítulo 1, quando eu ainda estava na Marinha e ninguém nunca ouviu falar de mim antes. Pensei em Chris Pratt interpretando esse papel, porque na época ele não tinha feito Guardiões da Galáxia, não tinha feito Vingadores, não tinha feito Jurassic World. Ele estava em Parks and Recreation, e então eu pude ver sua transformação para um operador SEAL em A Hora Mais Escura. Vi alguém que era inerentemente simpático dentro e fora da tela. E eu pensei: ‘Quem é aquela pessoa que precisa se arriscar?’”, ele contou.

Ele relembrou como a evolução da carreira de Pratt tornou ainda mais claro que o astro da Marvel era o cara perfeito para interpretar seu personagem principal.
publicidade

“Enquanto eu continuava escrevendo, e sua carreira no cinema começou a progredir, eu pensei: ‘Este é alguém que precisa correr um risco’”.

“Como Tom Hanks fez depois de fazer comédias durante todos os anos 80, se arriscou com Filadélfia no início dos anos 90, e então pode escrever seu próprio bilhete de lá.

“O mundo se abre. Pensei: ‘Quem é essa pessoa para esta geração?’ Pensei: ‘É o Chris Pratt. Ele pode trazer esse personagem à vida’”, ele lembrou.

Chris Pratt em A Lista Terminal (Reprodução/Youtube)

O escritor ressaltou que Pratt não foi seu único escolhido desde o princípio, ele também sempre imaginou ter Antoine Fuqua como diretor do programa inspirado em seu livro.

“Então, ele (Chris Pratt) é a única pessoa que eu já pensei para fazer o papel, e Antoine é a única pessoa que eu já pensei para dirigir.

“Porque, é claro, faz sentido escolher seu ator, seu diretor e seu editor enquanto você está sentado lá em seu armário em Coronado, Califórnia, enquanto ainda é um SEAL; digitando. E ter isso realmente acontecendo é bastante surreal”, ele salientou.

publicidade

A 1ª temporada de A Lista Terminal já está disponível no Prime Video.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›