Sarah Finn explica porque é difícil fazer fan service no elenco da Marvel

Elenco baseado nos desejos é prejudicial para a Marvel, afirmou a produtora.

publicidade

Um dos estúdios de maior sucesso no cinema, a Marvel tem uma fanbase cada vez maior que, naturalmente, quer ver seus atores e tramas favoritos nos filmes e séries da marca.

Porém, levar os atores desejados pelos fãs, para elencos de produções especificas, não é uma tarefa nada fácil. E, embora esse tipo de casting tenha acontecido recentemente, com o Senhor Fantástico de John Krasinski, por exemplo, ele não deve se repetir muitas vezes.

publicidade
John Krasinski como Senhor Fantástico em Doutor Estranho 2 (Reprodução / Marvel)

Numa entrevista para o podcast This Week in Marvel, a produtora e diretora de casting do estúdio, Sarah Finn, comentou sobre as pressões que acontecem processo para a escolha do elenco em produções do MCU.

Comentando sobre o processo para formação de um elenco, Finn afirmou que, muitas vezes, os produtores só querem as escolhas de atores funcionem com o público, o que traz uma certa pressão pessoal para o processo.

“[…] Não é como se já não chegassemos lá querendo fazer o nosso melhor todos os dias e esperando que vamos acertar o tempo todo, mas queremos tanto que funcione, que seja divertido, que todos gostem e que seja bem-sucedido para os fãs. Então, acho que isso só aumenta essa sensação de pressão, responsabilidade e paixão”, afirmou Finn.

publicidade
Sarah Finn em entrevista durante evento da Marvel
Sarah Finn em entrevista durante evento da Marvel (Reprodução / YouTube)

Durante o bate-papo, Finn também explicou que a maior dificuldade em montar um elenco baseado nos desejos dos fãs é a falsa expectativa que isso pode criar.

publicidade

“Há elencos de fãs, há expectativas de fãs e, às vezes, isso pode ser incrível e muito divertido de se ver, mas às vezes, as pessoas podem não saber que estamos trabalhando numa direção  diferente da que elas gostariam.”

Andrew Garfield, Tom Holland e Tobey Maguire (Reprodução)
Andrew Garfield, Tom Holland e Tobey Maguire (Reprodução)

Por fim, a produtora ainda afirmou que sempre tenta criar “uma lousa em branco”, para que os atores possam trabalhar sem qualquer influência externa e dar o seu melhor, o que pode ser prejudicado por um elenco baseado totalmente nos desejos dos fãs.

publicidade

“O que nós esperamos fazer é criar, para os atores, uma espécie de lousa em branco, onde eles podem entrar com seus instintos e apenas fazer seu melhor trabalho sem ter todos esses pensamentos e pressões externas sobre eles.”

Vale lembrar que um pequeno fan service nos elencos da Marvel acontece com uma certa frequência, com o exemplo mais famoso tendo acontecido em Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa.  

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›