Advogado quebra o silêncio e revela como funcionam acordos sigilosos da Marvel

Advogado comentou a burocracia para um personagem dos quadrinhos ou de outro estúdio fazer parte do MCU.

publicidade

Paul Sarker, ex-advogado da Marvel Studios, explicou como os direitos dos personagens são negociados dentro das operações da empresa em seu podcast intitulado Better Call Paul.

Segundo o CB, durante o podcast o advogado descreveu a verificação com os departamentos jurídicos e os altos escalões nos estágios iniciais da possibilidade de usar um personagem dos quadrinho em outras mídias.

publicidade

Existem aquisições de alto nível, como os personagens da Fox e da Sony. Mas, a Disney teve que pagar um bom preço para levar esses heróis para o MCU.

“Então, no começo há uma necessidade criativa. Certo. E então, por exemplo, se alguém dissesse: ‘eu preciso do personagem X por causa dessa história’. E a equipe criativa está tentando ser o mais autêntica possível para os quadrinhos. Os personagens são tecidos dentro e fora de diferentes arcos da história, e dentro e fora de diferentes famílias. Então, em alguns casos, por exemplo, Mercúrio e Feiticeira Escarlate são X-Men e Vingadores. Se você precisa criativamente de um personagem para contar uma história, mas esse personagem é licenciado exclusivamente em outro lugar, então você vai para o setor de negócios, ou para alguém como meu chefe, e diz: ‘Ei, precisamos de tal e tal personagem, o quanto vai demorar para fazer esse negócio acontecer, por essas razões?'”

Acordos de Não Divulgação

Tobey Maguire Andrew Garfield e Tom Holland
Tobey Maguire Andrew Garfield e Tom Holland em Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa (Reprodução)

Paul Sarker também falou sobre os famosos ANDs (Acordos de Não Divulgação) da Marvel.

publicidade

“Os ANDs são úteis e enquadram a discussão, se houver uma disputa. Mas o relacionamento também é importante. Vazar algo queimaria uma ponte e seria um rompimento de acordo. Além disso, tudo tem marca d’água para que eles possam rastreá-lo até alguém. E mais importante, por que você iria querer eliminar sua chance de estar no MCU ou no cânone da televisão? Existe um plano geral por trás de todas essas coisas. Se você quebrar um contrato, além de ser processado, eles podem rescindi-lo ou reter algum pagamento. Não vale o risco”.

Ele afirmou que os ANDs não se limitam somente a atores, qualquer conversa dentro da Marvel gera um acordo de sigilo.

publicidade

“A Marvel protege muito a confidencialidade. Tem sido assim provavelmente por 25 anos (desde que a atual liderança assumiu). Eles examinam tudo e todos. Qualquer pessoa que venha a um escritório ou obtenha um link para informações confidenciais terá que assinar um AND. Não se limita apenas ao talento. Lembro-me de quando fazíamos estreias e exibições, todos pegavam seus telefones antes de entrar, embora isso pode ser mais comum agora”.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›