Onda de cancelamentos também ameaça The Flash?

Estúdio ainda não sabe o que fazer com o filme em meio aos escândalos envolvendo seu protagonista

publicidade

As últimas horas foram de certa tensão para a Warner Bros., já que o estúdio tomou decisões drásticas e cancelou os lançamentos de Batgirl e a sequência de Scooby! O Filme, que já estavam finalizados.

Agora, um novo relatório divulgado pela revista Variety revelou informações intrigantes sobre o filme The Flash, também já finalizado.

publicidade

Não é segredo que o ator Ezra Miller, protagonista do longa, se envolveu em diversos escândalos, recentemente, que prejudicaram não só o filme da DC, mas também respingou na franquia Animais Fantásticos.

Agora, diante de toda a complexidade da situação, os executivos não conseguiram pensar no que fazer com The Flash após todas as polêmicas, e ainda não há um consenso interno da Warner Bros. até o momento.

Flash (Ezra Miller) em Liga da Justiça
Flash (Ezra Miller) em Liga da Justiça (Reprodução)

Considerando que o filme teve um alto orçamento, que girou em torno de 200 a 250 milhões de dólares (sem contar os gastos com a divulgação), a melhor opção seria lançá-lo nos cinemas, a fim de tentar recuperar ao menos o investimento.

publicidade

O relatório citado acima também mencionou que existe uma possibilidade de que isso aconteça, porém, sem nenhum tipo de turnê publicitária envolvendo os membros do elenco principal.

O próprio portal Deadline chegou a afirmar que Ezra Miller já não faz mais parte dos planos futuros do Universo DC. Uma fonte ligada à Warner Bros. afirmou ao site:

publicidade

“Não há vitória nisso para a Warner […] A esperança é que o escândalo permaneça em um nível baixo antes do lançamento do filme, e esperamos que o melhor aconteça.”

Ezra Miller como Flash (Reprodução / DC)

Sequência de Scooby! O Filme é cancelada, e diretor reage: “coração partido”

O filme foi cancelado porque o novo chefão do estúdio, David Zaslav afirmou que não vê sentido em lançar produções de orçamento alto diretamente na HBO Max.

publicidade

A produção estava prevista para chegar ao streaming em dezembro deste ano, em comemoração ao Natal.

A produção teve um custo total aproximado de 40 milhões de dólares.

O diretor Tony Cervone lamentou a decisão na internet:

publicidade

“Sim, lamento dizer que é verdade. O filme está praticamente pronto e ficou lindo. Estou mais do que com o coração partido.”, escreveu.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›