Presidente da Fox está interessado em revival de Glee

Glee (Divulgação)
Glee (Divulgação)

Michael Thorn, presidente da Fox Entertainment, revelou que adoraria ver um revival de Glee.

A série de Ryan Murphy durou seis temporadas entre 2009 a 2015 e foi um musical que contava a história de um grupo de alunos que fazem parte de um coral da escola que é dirigido pelo professor Will Schuester.

Thorn explicou ao portal Deadline que a série continua tendo força suficiente para justificar a produção de um revival e que estaria aberto à possibilidade.

“Sempre apreciamos celebrar nossos shows icônicos e revisitá-los com tomadas surpreendentes e novas abordagens, então, especialmente neste mercado lotado, estamos sempre abertos para reinventar nosso melhor com alguns de nossos parceiros favoritos.”, falou ele.

Glee (Divulgação)
Glee (Divulgação)

Glee fez tanto sucesso que foi indicada para 19 Emmys e quatro Globos de Ouro ao longo de suas seis temporadas além de ter dado espaço para os atores mostrarem sua versatilidade também como cantores e dançarinos.

A história começa quando o professor Will Schuester, interpretado por Matthew Morrison, assume o coral da William McKinley High School, uma escola fictícia em Ohio, que perdeu completamente o prestígio que tinha no passado.

Ao mesmo tempo em que busca alunos que topem participar do coral dos ‘perdedores’, o professor enfrenta as maldades da megera Sue Sylvester, treinadora das líderes de torcida, que tenta destruir o coral a qualquer custo.

A série aborda várias questões sociais, já que o coral era conhecido por acolher os alunos que eram marginalizados e perseguidos na escola por sua sexualidade, condição social ou outros motivos.

Fazendo covers de músicas famosas de grandes artistas, Glee estreou com várias críticas positivas e teve uma forte audiência nas primeiras temporadas, embora tenha perdido público com o passar do tempo.

Lea Michelle e Corey Monteith em Glee (Reprodução)

Série enfrentou vários problemas

Ainda que a ideia de fazer um revival tenha forte apelo, principalmente pelo fato de o seu co-criador Ryan Murphy ser uma das pessoas mais influentes e poderosas da televisão americana atualmente, inúmeros problemas poderiam surgir em decorrência disso.

Isso porque existem algumas tragédias relacionadas ao elenco, que também já protagonizou alguns escândalos depois do show. Do grupo de atores principais, três faleceram ainda jovens, sendo que um deles, Cory Monteith sofreu uma overdose ainda na época que o show estava no ar, em julho de 2013. Posteriormente, o ator Mark Salling, que teve seu nome relacionado à pornografia infantil, também faleceu. Recentemente, ocorreu outra tragédia, dessa vez, com a atriz Naya Rivera, que sofreu um afogamento acidental enquanto aproveitava um passeio com o filho no Lago Piru.

Além disso, a protagonista, Lea Michelle, também sofreu várias acusações de racismo da parte de alguns dos seus colegas de elenco, que denunciaram comportamentos agressivos e inadequados da artista na época das gravações.

Veja mais ›