Johnny Depp faz novo acordo na justiça para não responder por agressão

Ator teria dado soco em membro da equipe do filme Cidade de Mentiras

publicidade

O ator Johnny Depp tem mais um caso para resolver na justiça, já que um membro da equipe do filme Cidade de Mentiras decidiu processá-lo por agressão no set.

A fim de evitar o processo, porém, Depp preferiu tentar fazer um acordo com o homem, chamado Greg Rocky Brooks, porém as condições não foram esclarecidas.

publicidade

O texto divulgado pela mídia internacional apenas diz:

“O acordo de liquidação condiciona a extinção deste processo ao cumprimento satisfatório de termos especificados que devem ser cumpridos dentro do prazo de 45 dias a partir da data da assinatura. Um pedido de arquivamento do processo será apresentado até 05/01/2023.”, diz o referido documento.

Todo o julgamento já tinha data marcada para iniciar no dia 25 de julho, na cidade de Los Angeles, porém, o caso só voltará a ser aberto se Depp deixar de cumprir algum dos itens do acordo.

Johnny Depp em Cena de Inimigos Púlicos (Reprodução)

Entenda o caso

publicidade

O processo, na verdade, foi aberto no mês de junho de 2018, quando Brooks afirmou que foi agredido fisicamente por Depp no set de filmagens de Cidade de Mentiras, no dia 13 de abril de 2017.

Nesse dia, Depp estava em Los Angeles filmando fora do Barclay Hotel.

publicidade

De acordo com Brooks, a produção do filme havia conseguido uma autorização para que as filmagens fossem feitas até as 19h do lado de fora do hotel, e até as 22h na área interna.

Como ele era o gerente de locação, ainda conseguiu permissão duas vezes para que as filmagens se estendessem um pouco mais, quando Depp resolveu dirigir uma versão mais extensa da cena, junto com dois amigos.

Às 23h,  o gerente do local, exigiu que a produção fosse embora, porém, a situação se descontrolou. Quando Brooks tentou conversar com o diretor Brad Furman, o mesmo teria respondido: “Por que você não fala isso para o Johnny Depp?”.

publicidade
Johnny Depp como Jack Sparrow em Piratas do Caribe
Johnny Depp como Jack Sparrow em Piratas do Caribe (Divulgação / Disney)

Antes de conseguir qualquer contato amigável, Brooks relatou que Depp se aproximou dele, gritando:

“Quem é você? Você não tem o direito de me falar o que fazer. Eu não importo quem você seja e você não pode me falar o que fazer”, teria esbravejado Depp.

publicidade

Depois disso, o ator, supostamente, deu dois socos em Brooks e ainda ofereceu 100 mil dólares para que ele fizesse a mesma coisa. O profissional ainda afirmou que Depp sempre estava drogado no set e chegava bêbado para as gravações.

Ele ainda foi demitido quando se recusou a assinar um contrato que dizia que não processaria Johnny Depp.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›