Disney define o futuro de sua chefia

Conselho da Walt Disney Studios tem visto com bons olhos a gestão de Bob Chapek

publicidade

Comandada por Bob Chapek, a Walt Disney Studios tem vivido um momento generoso, com lucros cada vez maiores, especialmente nos cinemas. Por isso, Chapek deve continuar no comando da Disney por pelo menos mais três anos.

Segundo o The Hollywood Reporter, a decisão foi tomada de forma unânime durante uma votação do conselho da empresa, que ocorreu na tarde da última terça-feira (29).

publicidade
Bob Chapek, CEO da Disney (Divulgação)

Apesar dos lucros exorbitantes, nos últimos meses Chapek enfrentou algumas crises no comando da Disney. Dentre elas as mais notáveis foram o processo movido pela atriz Scarlett Johansson e polêmica lei anti-LGBTQIA+ da Flórida, Don’t Say Gay, que teria recebido financiamento da Disney.

Quanto à polêmica lei, Bob Chapek já havia quebrado o silêncio, pedindo desculpas pelo financiamento . Logo depois, o executivo prometeu fazer uma doação para organizações em LGBTQIA+ no valor de US$ 5 milhões.

Relembre o processo de Scarlett Johansson contra a Disney

vic3bava-negra
Natasha Romanoff (Scarlett Johansson) em Viúva Negra (Reprodução / Marvel)
publicidade

Apenas algumas semanas após a estreia de Viúva Negra, Scarlett Johansson surpreendeu a internet ao anunciar que estava processando a Disney. Na justiça, a atriz alegava que o lançamento do filme no Disney havia lhe prejudicado e pedia cerca de US$ 100 milhões em compensações financeiras.

De acordo com Johansson, o lançamento simultâneo do filme, nos cinemas e no Disney+, representava uma quebra em seu contrato. Isso porque a Disney teria garantido para Johansson, que o estreia e exibição de Johansson seriam exclusivos nos cinemas.

publicidade

E pior ainda, o processo criado por Johansson revelou uma possível perda financeira para atriz, que receberia um bônus da Disney.

Todavia, essa bonificação seria calculada, possivelmente, após o filme sair de cartaz, levando conta o sucesso da produção nas bilheterias, que seria menor com o filme já disponível no Disney.

viuva-negra
Natasha Romanoff (Scarlett Johansson) em Viúva Negra (Reprodução / Marvel)
publicidade

Entretanto, apenas alguns dias antes da primeira audiência, Scarlett Johansson e a Disney resolveram seu impasse e chegaram a um acordo.

Segundo o Deadline, os estúdios da Disney desembolsaram uma quantia de US$40 milhões, algo em torno de 200 milhões de reais, para manter o problema com a estrela de Viúva Negra fora dos tribunais.

O processo parece não ter abalado a relação entre Scarlett Johansson e Bob Chapek, visto que a atriz continua trabalhando para os estúdios da Disney, com uma possível série em produção.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›