Andrew Garfield vai viver magnata da aviação em nova série

Hot Air promete contar a guerra secreta entre Richard Branson e uma grande companhia aérea inglesa.

publicidade

Famoso nos cinemas após ter estrelado três filmes do Homem-Aranha, Andrew Garfield pode viver uma polêmica personalidade inglesa. Na televisão, o astro da Sony pode interpretar o Sir Richard Branson, empresário e fundador do grupo Virgin.

Segundo relatos do The Wrap, Garfield estaria negociando o papel para a série Hot Air, que será baseada no livro Dirty Tricks: British Airways’ Secret War Against Virgin Atlantic, do jornalista investigativo Martyn Gregory.

publicidade
Andrew Garfield como Jeb Pyre em Under the Banner of Heaven
Andrew Garfield como Jeb Pyre em Under the Banner of Heaven (Divulgação / FX)

Com seis episódios, a trama promete contar a meteórica acessão de Branson na aviação inglesa, através da sua companhia aérea, a Virgin Atlantic. Um enfoque especial, no entanto, será destino aos “truques sujos” que tentaram tirar o empresário do ramo.

Dirigida por David Leitch, de Deadpool 2, um dos pontos altos da será justamente um dos “truques mais sujos da aviação britânica”, envolvendo companhia aérea de Richard Branson e a gigante do mercado, British Airways.

Richard Branson e um dos aviões da Virgin Atlantic
O empresário Richard Branson e um dos aviões da Virgin Atlantic (Reprodução / Instagram)
publicidade

Em seu livro, Martyn Gregory retrata uma série de táticas desleais e, em alguns casos, criminosas da British Airways, que vinha perdendo seus passageiros para a empresa de Richard Branson.

Segundo a investigação do jornalista, a British Airways frequentemente ligava para os passageiros da Virgin. Se passando por funcionários de Branson, a British convencia os passageiros a mudarem de empresa, afirmando que haviam  problemas nos voos ou oferta de benefícios da Virgin.

publicidade

Na década de 1990, a British Airways também foi acusada de sabotar vários dos computadores da Virgin, no aeroporto de Londres, e causar atrasos constantes na concorrente.

O caso tomou proporções internacionais quando a Virgin Atlantic entrou com uma denuncia formal contra a British Airways, nas autoridades europeias.

Na época, o caso foi resolvido na véspera do julgamento, com a British Airways se desculpando publicamente e pagando os custos legais da Virgin, além de mais de 3 milhões de Euros em danos.

publicidade

Produzida pela Universal Studios, a série atualmente está sendo colocada à venda para o mercado do streaming e, por isso, ainda não possui uma previsão para a sua estreia.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›