Para atuar em Cherry, preparação de Tom Holland envolvia algo que ator nunca tinha feito

Tom Holland em cena de Cherry (Reprodução)
Tom Holland em cena de Cherry (Reprodução)

O site Variety colocou Tom Holland e Daniel Kaluuya para um bate-papo em uma entrevista especial.

Os dois atores falaram sobre suas passagens pela Marvel, onde Holland se destacou por interpretar o Homem-Aranha, enquanto Kaluuya por interpretar W’Kabi em Pantera Negra.

Ambos também falaram sobre outros projetos que estão, como Cherry estrelado por Tom Holland, e Judas and the Black Messiah protagonizado por Daniel Kaluuya.

Cherry é baseado em uma história real de um homem que voltou da guerra com um trauma profundo, começou a roubar bancos e ficou viciado em drogas.

Kaluuya perguntou para Holland sobre como foi fazer as cenas de roubo a banco em Cherry.

Holland respondeu:

“Foi estranho, porque era uma equipe muito pequena, realmente parecia que eu estava roubando um banco. E quando o alarme tocava, e eu estava apontando a arma para o rosto daquela pobre senhora, eu não pude negar que o que estava fazendo era errado”.

Mas essa não foi a única cena que deixou o ator de 24 anos de cabelo em pé. Ele disse que em uma cena que foi cortada na edição, seu personagem acabava sendo preso. E ele se sentiu como se tivesse realmente preso, e foi deixado por lá em um tipo de preparação.

“Há uma cena que não está no filme, em que sou preso e nunca fui preso antes. E eu estava realmente pensando: ‘Po**a, vou ter que ligar para o meu advogado e vou ter que descobrir como sair dessa'”.

“O que eu não fiz muito bem: eu simplesmente explodia minha voz o tempo todo. Eles aprenderam muito rapidamente que teriam que começar com todas as conversas e, no final do dia, eu teria que gritar, porque não teria voz”.

Saiba mais

Cherry tem direção de Joe e Anthony Russo, que já trabalharam com Tom Holland nos filmes da Marvel. O estreará no cinemas em 26 de fevereiro de 2021 e, posteriormente, em 12 de março de 2021 na Apple TV+.

Judas and The Black Messiah tem direção de Shaka King e conta a história do assassinato de Fred Hampton, um ativista e revolucionário afro-americano. A estreia está programada para 12 de fevereiro de 2021.


SIGA-NOS E VEJA MAIS


Veja mais ›