Rodrigo Santoro relembra tortura para gravar filme internacional: “chorei”

Rodrigo Santoro viveu o personagem Xerxes no filme lançado em 2007

publicidade

Rodrigo Santoro que trilhou uma carreira internacional de sucesso, relembrou um dos momentos tensos que viveu ao se preparar para viver o personagem Xerxes, no filme 300.

O ator brasileiro de 46 anos, contou em entrevista ao podcast Podpa, que o personagem não podia ter nenhum pelo no corpo e ele chorou ao ter que depilar, de tanta dor que sentiu.

publicidade

“Mordi a toalha. Vocês já depilaram? Eu depilei à cera e eu vou te dizer uma coisa: doeu, mas doeu. Uma dor, cara. E ela falou: ‘Não, está escrito na descrição –sem pelos. Careca, liso, todo o corpo’. Aí cheguei lá, conversei com a maquiadora. Eu estava imaginando uma máquina. Ela falou: ‘olha, eu te aconselho a fazer depilação, porque, com a depilação, vai demorar para crescer'”, contou Santoro.

Segundo o astro, a caracterização de Xerxes em 300 envolvia uma inspiração no quadrinho de mesmo nome, o personagem não tinha pelos, era careca e cheio de piercings no rosto.

“Se você raspar, amanhã você vai ter que raspar de novo. Pode irritar a pele e aí a gente vai ter que ficar maquiando” detalhou o ator sobre a opinião da maquiadora, quando ele optou por raspar, ao invés da cera.
“Ela pegou o negócio e começou a espalhar”, apontou o ator para sua região peitoral durante o bate papo e continou: “Na hora que eu senti a primeira, começou a lacrimejar. Eu falei: ‘Não, não, não. Para’. Aí ela pegou uma toalha, enrolou e falou: ‘Morde’. E colocou na minha boca. Eu mordi a toalha”, contou aos risos.

“Eu chorava. Foi o peito até abaixo do umbigo. E aí quando acabou isso, eu falei: ‘Parou. Chega de história, acabou esse negócio, eu não consigo aguentar essa dor. É muito dolorido’. Porque eu tinha ainda a perna, tinha o braço. Eu falei: ‘Não, não, não. Está ótimo. Muito obrigado’. E aí fui só com a parte da frente depilada, vermelha. Chorando”, revelou.

publicidade
Rodrigo Santoro como Xerxes em 300 (Imagem Divulgação Instagram)

Ator avisou a produtora do filme que não conseguiria depilar o rosto

Lançado em 2007, foi um filme muito aclamado pela crítica, contado a história do rei Leônidas e seus 300 guerreiros de Esparta, que lutam até a morte contra o numeroso exército do rei Xerxes.

publicidade

Rodrigo Santoro durante a entrevista continuou contando que ao chegar em casa precisou ligar para a produtora do longa: “Eu falei: Olha, eu não vou conseguir depilar, eu prefiro que a gente faça… raspar mesmo. Aí eu fazia isso, entrava em uma banheira quente para abrir lá o poro –e era uma cena patética– eu botava o creme de barbear lá e ficava me raspando. E raspava o braço, raspava a perna”, contou.

Rodrigo Santoro como Xerxes (Imagem Divulgação Instagram)

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›