Drive My Car

publicidade

Dirigido por Ryusuke Hamaguchi, o longa Drive My Car gerou uma enorme repercussão por conta de suas indicações ao Oscar 2022 e várias outras premiações. O filme do Japão está concorrendo nas seguintes categorias:

Melhor Filme, Melhor Direção, Melhor Filme Internacional e Melhor Roteiro Adaptado.

publicidade

No longa, Yusuke Kafuku (Hidetoshi Nishijima) é um ator e diretor de sucesso no teatro. Ele é casado com Oto (Reika Kirishima), uma linda roteirista, com quem divide sua vida, seu passado e colaboração artística. Mas a moça tem muitos segredos.

Um grande choque acontece quando Oto morre repentinamente, deixando Kafuku sem chão. Ele então começa a se preocupar, já que ficou com muitas perguntas sem respostas e talvez não tenha mais como resolver essa situação sobre seu relacionamento.

Mesmo sendo completamente apaixonado pela moça, o artista agora ficou com o arrependimento de nunca ter conseguido compreendê-la. Por conta de toda essa situação, ele demora um bom tempo até conseguir sair do luto de ter perdido a mulher que amava.

Dois anos após a morte de Oto, Yusuke recebe um convite inesperado. Ele é convidado para dirigir uma peça no teatro de Hiroshima e vai até o local com seu precioso carro, um Saab 900. Chegando no local, ele é surpreendido ao ter que lidar com um chofer, com quem tem que deixar o seu carro, Misaki Watari (Toko Miura), uma mulher intrigante.

publicidade

O filme que tem a duração de três horas, leva o público a se interessar para ver como o protagonista vai lidar com o luto. Porém, a obra pode ter uma enorme quantidade de leituras por quem está assistindo, já que para algumas pessoas se trata da natureza da performance e até mesmo da pandemia.

Os temas retratados são vários e talvez esse seja um dos maiores trunfos do filme de Ryusuke Hamaguchi.

publicidade

O elenco de Drive My Car conta com Hidetoshi Nishijima, Reika Kirishima, Masaki Okada, Park Yo Rim, Toko Miura e outros.

Curiosidades:

A principal curiosidade envolvendo Drive My Car, é que esse é o primeiro filme do Japão indicado na categoria de Melhor Filme no Oscar. A campanha do filme em outras premiações foi brilhante, vencendo o prêmio de melhor filme estrangeiro no Globo de Ouro e melhor roteiro em Cannes.

As locações do filme começaram a ser pesquisadas em 2019, quando o diretor filmava seu filme antológico Roda da Fortuna. Esse outro longa estreou no início de 2021 em Berlim e também foi premiado.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›