Com Carla Diaz, filme sobre o caso Richthofen estreará no Prime Video

publicidade

Retratando um dos assassinatos mais chocantes do país, A Menina que Matou os Pais estreará no Amazon Prime em setembro.

Com sua estreia adiada por causa da pandemia, A Menina que Matou os Pais deveria ser exibida nos cinemas nacionais em abril, junto com o segundo filme da história, O Menino Que Matou Meus Pais, durante sessões alternadas nas mesmas salas.

publicidade

Porém, agora os filmes, que retratam um dos assassinatos mais chocantes do Brasil, deverão estrear exclusivamente no catálogo global da Amazon Prime Video, no dia em 24 de setembro.

Com a estrela global no Prime Video, a produção nacional deve chegar a mais de 240 países e territórios ao redor do mundo.

A Menina que Matou os Pais
A Menina que Matou os Pais (Divulgação)

Estrelados pela ex-BBB Carla Diaz, cada longa tem uma duração aproximada de uma hora e vinte minutos e contam um ponto de vista diferente, retratando a história de Suzane von Richthofen que, junto com Daniel Cravinhos, orquestrou e executou o assassinato de seus pais a sangue frio.

publicidade

Produzido por Ilana Casoy e Raphael Montes, o roteiro dos filmes de tem como base as informações que vieram à tona, na época, além de vários detalhes contidos nos autos do julgamento do caso.

Cada filme deve mostrar o ponto de vista dos autores do crime, sendo que A Menina Que Matou os Pais é inspirado no depoimento de Daniel, enquanto que O Menino Que Matou Meus Pais baseia-se no de Suzane.

publicidade

Além de Carla Diaz, também fazem parte do elenco das produções os atores: Leonardo Bittencourt, Allan Souza Lima, Kauan Ceglio, Leonardo Medeiros, Vera Zimmermann, Augusto Madeira, Debora Duboc, Marcelo Várzea, Fernanda Viacava, Gabi Lopes e Taiguara Nazareth.

Entenda o caso

A Menina que Matou os Pais
A Menina que Matou os Pais (Divulgação)

No ano de 2002, o Brasil ficou estarrecido ao ouvir a confissão de Suzane e Daniel, que admitiram ter orquestrado e matado os pais da garota, Manfred e Marisia von Richthofen.

publicidade

A polícia chegou a conclusão que o crime foi motivado porque a família de Suzane não aceitava o relacionamento da garota com Daniel. Na época, Suzane fazia parte de uma famíli rica, enquanto que Daniel vinha de uma família humilde.

Vale esclarecer que os autores do crime, Suzane von Richthofen e Daniel Cravinho, não receberam valores relacionados a diretos de imagens ou autorais.

Isso porque, além de o crime ter se tornado um caso de conhecimento publico, todo o embasamento dos filmes foi feito em informações disponíveis na imprensa, assim como detalhes que contam nos autos dos processos.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›