Economia porca e diretores inexperientes! Artista de efeitos denuncia inferno que é trabalhar na Marvel

Artista de efeitos visuais compartilhou sua experiência ao trabalhar para a Marvel e relatou as práticas abusivas da empresa

publicidade

Apesar do sucesso continuo, as produções mais recentes da Marvel Studios vem sendo bombardeadas de críticas sobre como os efeitos especiais parecem estar cada vez piores.

Em um texto para o site Vulture, um artista de efeitos visuais, ou VFX, compartilhou sua experiência em trabalhar para Marvel e a forma abusiva como a empresa funciona para que os funcionários de estúdios de VFX entreguem seus projetos para os filmes.

publicidade

O artista começou relatando sobre o estresse de alguns profissionais:

“Já tive colegas de trabalho sentados ao meu lado, desmoronando e começando a chorar. Já tive pessoas tendo ataques de ansiedade ao telefone”.

Ele relatou que as empresas de computação gráfica fazem o possível para manter a Marvel feliz e evitar que caiam na lista de empresas restritas. A Marvel também costuma contratar as empresas que cobram menos, como também exigem um número pequeno na equipe.

“Onde eu normalmente teria uma equipe de dez artistas de efeitos visuais em um filme que não é da Marvel, em um filme da Marvel, eles exigem que seja apenas dois, incluindo eu. Assim, cada pessoa está fazendo mais trabalho do que precisa”.

Estúdio é inflexível com datas

publicidade

Outro ponto destacado no relato são as mudanças que Marvel faz ao longo dos filmes, principalmente quando eles estão quase prontos. O estúdio costuma ser inflexível com sua agenda, o que acaba sobrecarregando mais ainda os artistas de efeitos.

“A Marvel é famosa por pedir muitas mudanças ao longo do processo. Então você já está sobrecarregado, mas a Marvel está pedindo mudanças regulares muito além do que qualquer outro cliente faz. E algumas dessas mudanças são realmente importantes. Talvez um mês ou dois antes de um filme sair, a Marvel nos fará mudar todo o terceiro ato”.

publicidade
Jeremy Renner e Scarlett Johansson nos sets de Vingadores
Jeremy Renner, Chris Evans e Scarlett Johansson no set de Vingadores (Divulgação / Marvel Studios)

Caso a empresa de VFX não consiga realizar as mudanças solicitadas pela Marvel a tempo corre o grande risco de nunca mais trabalhar em futuros filmes do MCU.

O autor do texto ainda disse que a culpa de tudo isso vem do próprio MCU e o enorme número de lançamentos feitos em um curto período de tempo, reforçando o quanto a Marvel é inflexível com as datas e mesmo assim faz diversas refilmagens e mudanças em cima da hora.

Marvel contrata diretores sem experiência para pagar menos

publicidade

O artista também alfinetou os diretores contratados pela Marvel, citando que a maioria vem de filmes independentes e não têm experiência em visualizar cenas cujo cenários ou outro elementos ainda não estão lá.

“À medida que trabalhamos em um filme, enviaremos imagens de trabalho em andamento que não são bonitas, mas mostram onde estamos. A Marvel muitas vezes pede que elas sejam entregues com uma qualidade muito maior desde o início, e isso leva muito tempo. Ela faz isso porque seus diretores não sabem como olhar para as imagens iniciais e fazer julgamentos. Mas é assim que a indústria tem que trabalhar. Você não pode mostrar algo super bonito quando o básico ainda está sendo desenvolvido”.

O artista afirmou que Marvel precisa treinar melhor seus diretores para se comprometerem com o que realmente querem. Ele ainda ressaltou a importância da sindicalização das casas de VFX para evitar abusos como os que passam com a Marvel.

publicidade

Ele finalizou dizendo: “Nem todo cliente tem o poder de intimidação da Marvel”.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›