Zendaya comenta cena que a fez chorar por oito horas seguidas: “lembro como se fosse ontem”

Zendaya em Euphoria (Divulgação / HBO)
Zendaya em Euphoria (Divulgação / HBO)

Premiada pelo Emmy na categoria de melhor atriz em série dramática, Zendaya conta que se entregou profundamente à sua personagem em Euphoria.

A atriz contou no último domingo, em um painel da HBO na CCXP Worlds, que uma das cenas exigiu dela bastante choro e sofrimento e quase oito horas de gravação.

“Lembro aquele dia como se fosse ontem. Foi um dia muito longo, eu estava chorando lá durante sei lá quanto tempo, devem ter sido umas seis horas”, falou a atriz que foi interrompida por Sam Levinson, criador da série: “Foram oito horas”.

Zendaya estava se referindo a uma cena em que a sua personagem Rue tem mais uma crise de recaída em seu vício em drogas e decide ir à casa de seu traficante num momento de descontrole total.

A personagem bate desesperadamente nas janelas enquanto grita por ele, mas não é atendida.

Foi um longo dia. Eu estava assustada com aquela cena, mas também empolgada. No roteiro, [dizia que a cena era] um momento intenso, e eu queria fazer o melhor trabalho, mas era assustador. Eu não sabia se daria conta no dia. Não foi fácil, mas tive o apoio do Sam pra passar por isso e tive ótimas pessoas ao redor”, contou a atriz, satisfeita com o resultado.

No último domingo (6) estreou um episódio especial da série, dividido em duas partes, gravado durante a pandemia (que foi o motivo do atraso da segunda temporada). A parte dois será exibida no dia 24 de janeiro.

Nos episódios, a personagem de Zendaya irá conversar com Ali, que é seu padrinho nos Narcóticos Anônimos, na véspera do Natal. Ali tentará ajudá-la a enfrentar esse momento da sua vida.

“É um especial que acontece entre as temporadas um e dois, e o tom é diferente, o clima é diferente. Eu tento não escrever diálogos, tento contar a história sem muitas palavras, mas esse é o oposto, é quase só palavras. Ele nos deu a oportunidade de entrar no coração e na alma dessa garota e olhar pra humanidade dela, para a natureza do vício”, disse Sam Levinson.

“Ali está ajudando Rue a pensar em como compensar [as pessoas a seu redor] por alguns dos erros que cometeu. Uma coisa de pessoas que lidam com vício é que, depois que ficam limpas, que estão no outro lado, pensam: ‘Como posso deixar esse mundo um pouco melhor?’. Ele tem arrependimentos, quer fazer a diferença e ajudá-la a parar de se debilitar. Em vez de evitar os problemas, confrontá-los”, explicou Sam, que já vivenciou o drama relacionado a vícios na própria pele.

O primeiro episódio especial de Euphoria encontra-se disponível na HBO Go.

Um Psicólogo que estuda Medicina, ensina inglês, toca piano, ama escrever e tem um gato. =P


SIGA-NOS E VEJA MAIS


Veja mais ›