WandaVision ganha prêmio técnico no Emmy

WandaVision (Divulgação / Marvel)
WandaVision (Divulgação / Marvel)

WandaVision é oficialmente uma minissérie ganhadora do Emmy.

Mark Worthington ganhou o Emmy de Melhor Design de Produção para um Programa Narrativo (Meia Hora). Ele divide o prêmio com a diretora de arte da Marvel, Sharon Davis, e a decoradora de cenários Kathy Orlando.

O design de produção é apenas uma das 23 nomeações para as quais o programa liderado por Jac Schaffer foi indicado.

É também o primeiro Emmy ganho pela Marvel Studios após sua expansão do MCU através da Disney. Até então a extinta Marvel Television já havia ganhado dois Emmys, um para Jessica Jones e outro para Luke Cage, que foram exibidos na Netflix.

WandaVision também levou um Emmy de Melhor Música e Letras Originais por Agatha All Along.

Comentários

No início do ano Worthington foi entrevistado pelo ComicBook onde falou sobre trabalhar em WandaVision e dar vida ao mundo baseado em sitcoms.

“Então, começamos com isso. Mas quero dizer, em termos de ter aquelas conversas específicas sobre sets no início, decidimos muito cedo que não copiaríamos nenhuma sitcom. Íamos ver todas as sitcoms, e Matt é uma enciclopédia de conhecimento sobre sitcom. E eu também tenho, até certo ponto, conhecimento enciclopédico.”

“Então dissemos … Bem, queríamos evocar a essência da sitcom dos anos 50 no ambiente, para que você não dissesse: ‘Oh, isso é reconhecidamente isso’. E então você se distrai dizendo: ‘Bem, isso está errado. E eles deveriam ter feito isso’. É como, não, você pode descansar sabendo que, sim, isso é distinto. É um ambiente diferente para esta história. Mas é claramente uma sitcom dos anos 1950”.

Recepção da crítica

Leia abaixo o que os críticos comentaram sobre WandaVision:

“Casando espetáculo e emoção para um show que dá crédito tanto ao formato quanto à franquia” – Zaki Hasan, San Francisco Chronicle.

“A primeira série MCU da Disney evita uma abordagem indireta para retratar uma mulher com superpoderes – algo que outras franquias do gênero há muito lutam para fazer” – Alison Herman, The Ringer.

“Como uma ode à história da televisão, uma história de origem de super-heróis e a plataforma de lançamento para um universo cinematográfico ainda maior, a série funciona. Mas, afinal, o que é WandaVision, senão um show sobre luto?” – Rebecca Long, Bitch Media.

“É improvável que este show, com esse foco, pudesse ter tido sucesso sem a atuação central indelével de Elizabeth Olsen” – Linda Holmes, NPR.

“A nova série que se passa após os eventos de Vingadores: Ultimato é o projeto mais inesperado e fascinante que a Marvel Studios trouxe às telas até agora” – Rick Marshall, Digital Trends.

“Minha reação imediata foi que se trata de uma confecção charmosa, primorosamente feita e sem sentido” – James Delingpole, The Spectator.

Veja mais ›