Vikings: Showrunner explica por que decidiu matar personagem

Vikings: Reprodução

Vikings chegou ao fim, e os fãs ficaram arrasados ​​com a morte de Bjorn Ironside. O showrunner, Michael Hirst, explicou por que o guerreiro teve que morrer.

Como todos os fãs sabem, Bjorn lutou e provou ser um verdadeiro herói até o fim. O guerreiro voltou da morte para defender Kattegat do ataque dos Rus. No entanto, sua morte definitiva ficou marcada por ele agarrado à sua espada.

O que acontece é que o público não esperava que ele morresse logo no início dos episódios finais, pois queriam ver um pouco mais do personagem. No entanto, Hirst explicou que foi uma decisão criativa.

Bjorn é um personagem lendário. Ele fez e conquistou coisas incríveis. E ainda assim, de várias maneiras, ele se sente desapontado.“, iniciou ele.

“Ele não foi um grande governante de Kattegat. Ele tomou algumas decisões desastrosas. Ele não foi inteligente o suficiente para desafiar Harald pela coroa de toda a Noruega.”

“Seus relacionamentos com mulheres (Gunnhild e Ingrid) eram igualmente problemáticos. Então, como eu gostava muito dele e respeitava sua integridade, eu queria redimi-lo.”

“E na morte, eu acredito, Bjorn foi redimido. Por um ato supremo de vontade, ele colocou a morte em espera para trazer seus guerreiros para fora de Kattegat para derrotar os Rus e salvar seu país.”

“Ao menos fazer isso colocava em jogo seu lugar no panteão dos heróis Viking. O que me deixou muito feliz.”, finalizou ele.

A morte de Gunhild

A personagem morre no episódio 15. Ela tomou a decisão de não se casar com Harald e ter que viver um relacionamento a três com ele e Ingrid.

Por isso, Gunnhild nadou no oceano até Valhalla para encontrar o único homem que amava.

“Foi fácil pensar em um final perfeito para a vida de Gunnhild. A atriz tinha sido uma nadadora olímpica. Ela não queria que Harald controlasse como ela morreria porque ela a considerava um grande ícone feminista. Então, que melhor final do que tê-la nadando para Valhalla?”

Gunnhild foi assassinada por ordem de Harald na vida real, mas, na série Hirst decidiu que matar Gunnhild no oceano honraria sua bravura como ícone feminista ao invés de morrer nas mãos de um homem.

Um Psicólogo que estuda Medicina, ensina inglês, toca piano, ama escrever e tem um gato. =P


SIGA-NOS E VEJA MAIS