Showrunner de adaptação de Cowboy Bebop divide inspirações para o show

Elenco de Cowboy Bebop (Divulgação / Netflix)

Enquanto a adaptação live action da famosa franquia de anime Cowboy Bebop não chega nas telinhas, o showrunner André Nemec conta um pouco de quais foram as principais inspirações para a sua versão do anime em matéria da Polygon.

André reconhece que reimaginar a obra de Shinichiro Watanabe como um live action não é uma tarefa fácil, e conta que ele sempre dizia que “isso aqui é o Cowboy Bebop, é terreno sagrado, a gente não pode cag*r com isso“.

Outra coisa que o produtor executivo sempre achou importante manter em mente era o fato de que fazer um remake do anime não era algo que ele ousaria tentar fazer, então ele optou por estudar tudo o que dava certo na versão original, para então começar a contar novas histórias com isto.

Nemec também não pode deixar de reconhecer os grandes talentos que ele tem nas mãos. Com atores tão bons como John Cho (Star Trek), Mustafa Shakir (Luke Cage) e Daniella Pineda (The Originals), ele se sentiu mais motivado para dar o melhor de si para que todos pudesse entregar os melhores resultados nas telas.

Elenco de Cowboy Bebop Divulgação / Netflix)

Produtor executivo não queria simplesmente copiar o anime

O produtor menciona também que todos os esforços criativos eram feitos com o material original em mente, mas como forma de homenageá-lo em vez de se basear puramente nele:

“Nós olhávamos para os sets, nós olhávamos para os objetos de cena, nós olhávamos para os figurinos, nós olhávamos para as edições, nós falávamos sobre tudo isso, não para copiar o anime, mas para viver no espírito do anime.

André também fala que achava importante buscar inspiração e referências além do material base, e também se voltou para tudo o que influenciou Watanabe nos anos 90 a criar Cowboy Bebop em primeiro lugar. O time da produção se inspirou em obras como The Big Sleep, versão de 1946, o clássico O Bom, O Mau e o Feio, a lendária história do casal de criminosos Bonnie e Clyde, 2001: Uma Odisseia no Espaço, de Stanley Kubrick, a comédia de ação Máquina Mortífera, e, apesar de estranho, uma pitada de O Corvo. Nemec conta:

“Nós fizemos uma lista bem longa e completa juntos, e aí nós gastamos um bocado de tempo olhando de verdade para todas as inspirações.”

A adaptação live action de Cowboy Bebop estará disponível na Netflix, a partir de 19 de novembro deste ano.

Veja mais ›