Segundo chefão, séries da The CW poderão ir para a HBO Max após venda do canal

publicidade

No início deste ano de 2022 foi confirmado que o canal americano The CW poderia ser vendido pela WarnerMedia e Paramount Global, sendo o Nextstar Media Group Inc. um dos principais interessados na lista de compradores.

Assim, ainda que as atuais empresas que controlam a rede possam continuar atuando como proprietárias minoritárias ou até manterem o contrato e a preferência de serem os principais fornecedores de programas para o canal, muitas pessoas estão em dúvida sobre o que acontecerá com o catálogo da empresa, ou seja, toda a programação já existente do The CW.

publicidade

Agora, em uma entrevista recente concedida ao The Hollywood Reporter, o chefão da HBO e HBO Max, Casey Bloys, deu uma ideia do que poderá acontecer.

A princípio, ele deixou claro que não há como saber a situação atual, mas que a safra de programas já produzidos até hoje é “muito valiosa” e “tem bom desempenho na HBO Max”, o que sugere que eles não deverão abrir mão dessas produções.

“Vamos ver o que acontece. Eu não sei, nessa venda, o que eles querem fazer ou não, mas esses programas se saem muito bem quando chegam ao HBO Max em um acordo de janela. Eles são muito bem feitos e valiosos para nós.”, iniciou ele.

“Eu não estou envolvido nas negociações da Nexstar ou da CW ou qualquer coisa assim, então eu realmente não sei, mas de um modo geral, os programas que Greg faz para a CW são muito valiosos e têm um bom desempenho na HBO Max.”, esclareceu.

Nicole Kang como Mary Hamilton / Hera Venenosa em Batwoman (Divulgação / The CW)

Embora vários programas recentes da CW façam parte de um acordo de streaming secundário existente com a Netflix, os originais da rede passaram a chegar à HBO Max desde a temporada 2019-2020.

publicidade

Isso quer dizer então que já estão disponíveis para os assinantes, várias temporadas de séries como Batwoman, Nancy Drew, Stargirl da DC, Superman & Lois, Walker e Kung Fu, sendo que algumas outras produções atuais, como Naomi e 4400 deverão seguir exatamente pelo mesmo caminho das anteriores.

Enquanto a venda não se concretiza, resta ao público aguardar para entender o que as empresas pretendem e quais decisões serão tomadas com as séries.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›