Protagonista de Lupin defende a série de crítica dos fãs

Assane (Omar Sy) em Lupin: (Reprodução)
Assane (Omar Sy) em Lupin: (Reprodução)

Lupin é uma série francesa que chegou à Netflix algumas semanas atrás e se tornou um dos grandes sucessos da plataforma de streaming, levando o público a já pedir pelo lançamento da segunda parte o mais rápido possível.

Entretanto, também houve quem fizesse críticas bastante ferrenhas à atração nas redes sociais, o que levou o ator Omar Sy, que interpreta o ladrão de colarinho branco Assane Diop a dar algumas respostas ao público.

Muitos espectadores questionaram a tática de Assane, considerando que Sy tem 1,90 m de altura, o que o tornaria muito fácil de ser reconhecido em qualquer lugar que fosse.

“Eu vi Lupin e gostei da série, mas acho engraçado que eles vendam o protagonista como um mestre do disfarce. Sy parece um jogador de futebol e tem 2 metros de altura e ninguém o reconhece. Ele é muito ridículo e divertido”, disse um dos fãs da série em um fórum de discussão dedicado à atração da Netflix.

Outro fã também decidiu participar da discussão e opinou:

“Assane não é mestre do disfarce, mas pensa que é.”

O ator, em uma conversa com o Netflix Queue, se justificou, dizendo:

“Começamos a pensar em como Assane poderia ir de um personagem para o outro no mundo de hoje e não poderíamos usar o efeito da máscara Missão Impossível”.

Com isso, ele explicou que o protagonista não tem a necessidade de se disfarçar completamente para realizar os assaltos dizendo que uma simples troca de roupa já era o suficiente para que ele pudesse se safar.

Ele esclareceu isso explicando que essa característica de seu personagem está relacionada diretamente às questões raciais e de xenofobia que a série trata.

Ou seja, a mensagem deixada é que ninguém se importa ou ninguém presta atenção em Assane justamente por ele ser negro, uma pessoa invisível socialmente.

“Então ficamos com opção mais simples: Assane se define pelo sentimento de injustiça, de ser ignorado, de ser invisível, o que se torna o seu trauma”, explicou Sy.

“Assane precisa de muito pouco para passar despercebido porque hoje a sociedade está mais focada no que as pessoas fazem do que em quem elas realmente são”, finalizou o ator.

Um Psicólogo que estuda Medicina, ensina inglês, toca piano, ama escrever e tem um gato. =P


SIGA-NOS E VEJA MAIS


Veja mais ›