Game of Thrones | Jon Snow era realmente um bom personagem?

publicidade

Jon Snow é um dos heróis principais em Game of Thrones, mas existem alguns aspectos do personagem que, com o passar do tempo, parecem ser bastante controverso.

A revelação de sua linhagem

publicidade

A revelação de que Jon Snow era filho de Rhaegar Targaryen e Lyanna Mormont foi um grande momento, mesmo que muitos já o tivessem previsto. Isso não apenas respondeu ao antigo mistério, mas também fez de Jon o verdadeiro herdeiro do Trono de Ferro.

Mas com a temporada final do show cheia de acontecimentos, a revelação foi facilmente esquecível.

No fim das contas, a história não teve impacto no final da série, pois Jon simplesmente descobriu a verdade e então recusou o trono.

Kit Harington como Jon Snow em Game of Thrones (Reprodução / HBO)
Kit Harington como Jon Snow em Game of Thrones (Reprodução / HBO)
publicidade

Jon Obtém Aprovação de Stannis

Foi uma evolução adequada para o personagem quando ele acabou sendo nomeado o novo Senhor Comandante da Patrulha da Noite, o que deu a ele muitas novas lutas para enfrentar como líder.

publicidade

Quase imediatamente após assumir a posição, Jon é forçado a executar Janos Slynt por recusar uma ordem.

O momento sugere incerteza sobre se Jon fez a escolha certa, mas então ele recebe um aceno de aprovação de Stannis, sugerindo que ele está pronto para liderar.

No entanto, isso foi questionável depois que Stannis queimou a própria filha viva alguns episódios depois.

publicidade

Sua morte e ressurreição inúteis

Game of Thrones ficou conhecida por matar os personagens mais populares, mas os fãs realmente não acreditaram no que estavam vendo quando Jon Snow foi morto no final da quinta temporada.

Apesar de o show tentar o seu melhor para convencer os fãs do contrário, Melisandre ressuscitou Jon na temporada seguinte.

publicidade

O momento foi muito falado, mas, no fim das contas, não significou muito para a trama em si, já que nunca foi explorado nada a respeito das consequências ou o trauma da ressurreição em si para ele.

Kit Harington como Jon Snow em Game of Thrones (Divulgação/ HBO)
Kit Harington como Jon Snow em Game of Thrones (Divulgação/ HBO)

Quando ele matou Olly

publicidade

Uma das primeiras coisas que Jon Snow faz após ser ressuscitado é executar os amotinados que o mataram. Isso inclui o garoto Olly, que se tornou um dos personagens mais odiados da série após sua traição.

Mas, talvez, o garoto não merecesse tanto ódio, já que ele sofreu o trauma de ver sua família ser brutalmente assassinada por Tormund e os outros Wildings. Snow depois se tornou amigo dos mesmos Wildings. Assim, embora matar Jon não fosse certo, Jon executar o menino foi um de seus momentos menos heroicos no show.

Kit Harington é Jon Snow e Emilia Clarke é Daenerys Targaryen em Game of Thrones (Divulgação)
Kit Harington é Jon Snow e Emilia Clarke é Daenerys Targaryen em Game of Thrones (Divulgação)
publicidade

Ele matou Daenerys

É fato que Daenerys sempre foi uma potencial vilã, mas toda sua transformação final em uma conquistadora assassina não foi exatamente sua culpa.

O show parecia tentar chocar os fãs com sua virada brutal no final, mas olhando para trás, Jon poderia ter feito mais para evitar isso.

Asssim, a cena em que ele a assassina se tornou difícil de assistir. Provavelmente é para se sentir como um herói tomando uma decisão difícil, mas em vez disso, parece que Jon colocou toda a culpa nela e a puniu por sua falta de ação.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›