Christopher Pennock morre aos 76 anos

Christopher Pennock em Night of Dark Shadows (Reprodução)
Christopher Pennock em Night of Dark Shadows (Reprodução)

Christopher Pennock, cuja longa carreira em dramas é mais lembrada por sua interpretação de um personagem do Dr. Jekyll e Mr. Hyde na novela sobrenatural Dark Shadows da ABC, morreu em 12 de fevereiro após ser hospitalizado na Califórnia.

Pennock, que foi diagnosticado com melanoma no verão passado, tinha 76 anos.

Sua morte foi anunciada na página do Facebook Dark Shadows News.

A esposa de Pennock, Lynn Dunn Pennock, disse ao site que seu marido, um budista ao longo da vida, “fez a transição para a terra pura de Dewachen com a iluminação completa, deixando apenas um corpo de arco-íris para trás”.

O ator David Selby de Dark Shadows, amigo de Pennock desde seus dias no programa dos anos 1960-70, escreveu em seu blog:

“Chris era o homem mais divertido, amoroso, generoso e gentil com um grande sorriso. Ele era o tipo de pessoa de quem este mundo mais precisa … Seu espírito e alegria de vida estarão comigo e com todos aqueles que tiveram a sorte de cruzar seu caminho”.

Kathryn Leigh Scott, que interpretou a governanta Maggie Evans em Dark Shadows, escreveu no Facebook:

“Um dia tão falado para todos nós que amamos Chris Pennock. É difícil comemorar sua vida e espírito gloriosos enquanto lamenta sua perda… e temo que a dor por perder um querido colega e querido amigo é o sentimento dominante para mim hoje. Chris, você sempre estará no meu coração”.

Formado pela Academia Americana de Artes Dramáticas de Nova York, Pennock começou sua carreira no palco, atuando como substituto em uma produção da Broadway de 1966 de Tennessee Williams chamada The Rose Tattoo.

Membro de longa data do The Actors Studio, Pennock apareceria na Broadway em 1969 em A Patriot for Me e em 1971 em Abelard and Heloise, entre outros papéis no palco.

Foi durante sua temporada em A Patriot for Me que Pennock foi contratado pelo criador de Dark Shadow, Dan Curtis, para desempenhar um papel central, com Pennock interpretando um H.P., personagem inspirado em Lovecraft chamado Leviathan.

Embora essa trama complicada tenha sido amplamente rejeitada pela base de fãs do programa, contribuindo para um declínio na audiência, Pennock conseguiu ser escalado para o novo papel central e chamativo de Cyrus Longworth, na versão Dark Shadows de Dr. Jekyll.

Pennock permaneceu com Dark Shadows, em vários papéis (como era a prática do programa), até a série terminar em 1971.


SIGA-NOS E VEJA MAIS


Veja mais ›