Ator de The Boys afirma que série destruiu filmes de super-heróis para ele

Intérprete de Francês afirmou que a série afetou sua forma de ver os personagens

publicidade

A série The Boys, na Prime Video, vem quebrando alguns paradigmas ao mostrar os super-heróis como pessoas verdadeiramente corruptas e cheias de defeitos, ao contrário da imagem de pessoas que se sacrificam para fazer o bem a qualquer custo.

Por causa disso, o ator Tomer Capone, que interpreta o personagem Francês acabou revelando, em entrevista ao Uproxx, que a série destruiu o significado dos filmes de super-heróis para ele, já que agora ele não consegue mais vê-los como ‘bonzinhos’.

publicidade

“Acho que arruinou toda a experiência de super-herói para mim. Eu costumava pensar que homens em Spandex que têm poderes especiais são legais. Mas essa série apenas destruiu isso. Quando vejo super-heróis na tela, não me convenço mais.”

“Nos últimos 10 anos, todo mundo estava nessa coisa de super-herói, tentando fugir da realidade. E então eu li The Boys e fiquei pensando: ‘Eles pegaram o gênero e deram uma virada do caralh*’. Eles disseram: ‘Vamos ver como os super-heróis agem na frente do espelho no fim do dia. O que eles realmente fazem quando estão tirando o Spandex?”

Bruto (Karl Urban) Francês (Tomer Capone) e Leitnho (Laz Alonso) em The Boys (Reprodução / Prime Video)
Bruto (Karl Urban) Francês (Tomer Capone) e Leitnho (Laz Alonso) em The Boys (Reprodução / Prime Video)

Erick Kripke comentou as cenas do Herogasm em entrevista

Um dos eventos mais comentados da série foi o Herogasm, a famosa orgia dos super-heróis, que foi ao ar recentemente.

Durante uma entrevista que concedeu ao TVLine, o showrunner comentou:

publicidade

“É provavelmente uma das horas mais gráficas da televisão convencional que acho que qualquer um já viu. Acho que você precisa realmente recorrer à pornografia para ver coisas mais gráficas”.

Kripke ficou surpreso com o que foi permitido no episódio, e disse:

publicidade

“Quando começamos a prepará-lo com Nelson [Cragg], o diretor, e ele estava nos mostrando o que havia planejado, eu fiquei pensando: ‘Uau , podemos mostrar tudo isso?’”.

“Checaram algumas coisas, e existem essas regras hilárias sobre quantas vezes você pode simular transar e se você pode ou não mostrar um pênis ereto e por quanto tempo você pode mostrar uma parte íntima. Existem todas essas regras, mas estávamos dentro dos limites das regras. Então a resposta foi que poderíamos mostrar isso”.

“Nós realmente queríamos dar grandes reviravoltas e grandes revelações porque não queríamos que fosse apenas como um episódio de Skinemax. Queríamos que todos pensassem; ‘OK, uau, este é um evento por várias razões’”.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›