Ray Fisher exige pedido de desculpas de Walter Hamada, entenda

Ray Fisher (Divulgação)
Ray Fisher (Divulgação)

Recentemente a investigação da WarnerMedia sobre o mau comportamento de Joss Whedon em Liga da Justiça foi finalizado. Contudo, não foi o suficiente para deixar Ray Fisher, o Cyborg, em paz.

Logo após o fechamento do caso, o ator fez sérias acusações sobre Walter Hamada, o presidente da DC Films, acusando o executivo de interferir nas acusações.

Nesta semana, Fisher voltou ao Twitter para dizer que Hamada deve desculpas para todos que participaram da investigação de Liga da Justiça.

Ele escreveu: “Walter Hamada ainda deve um pedido de desculpas aos participantes da investigação da Liga da Justiça”.

Em seguida ele escreveu A>E, algo que usa em todos as publicações sobre o caso, que significa responsabilidade sobre o entretenimento (accountability over entertainment).

O interprete do Cyborg é uma das poucas pessoas confirmadas que participaram da investigação, que foi conduzida por uma empresa externa a pedido da WarnerMedia, mas mais de 80 indivíduos foram entrevistados para isso no total.

Entenda o caso

Em julho do ano passado, Ray Fisher foi a público denunciar Joss Whedon sobre comportamentos abusivos nas gravações de Liga da Justiça.

Fisher descreveu os comportamentos do diretor como “grosseiro, abusivo, não profissional e completamente inaceitável”.

Uma investigação foi iniciada pela WarnerMedia, onde o ator atualizava os fãs sobre tudo o que acontecia através das redes sociais.

Além de Hamada, as acusações de Fisher sobre a interferência nas investigações respingou em outros executivos da Warner e da DC, como Jon Berg e Geoff Johns.

Logo a após o fim da investigação, com Joss Whedon recebendo as medidas necessárias, foi noticiado que o Cyborg não estaria mais no filme do Flash.

Com isso, o ator compartilhou uma extensa carta sobre sua saída, onde chamou a decisão de de “nada surpreendente” depois de deixar claro que não poderia “participar de nenhuma produção associado a … Hamada”.

Formado em administração e psicologia. Fez curso de desenho com especialização em cartoons. Adora videogame, animações, filmes e séries de super heróis e monstros.


SIGA-NOS E VEJA MAIS


Veja mais ›