Nova série da Jessica Jones? Saiba o que a Marvel diz sobre escolha de atriz

A primeira temporada de Jessica Jones na Netflix surpreendeu positivamente o público no que se refere à escolha da atriz que interpreta a heroína.

Krysten Ritter soube incorporar a confusão moral que a personagem exige e deu conta das cenas de ação, que não pecam no quesito qualidade.

Um medo surgiu no público com a volta de todos os Defensores na Marvel foi o de que Kevin Feige pudesse preferir outra atriz, de sua escolha, para o papel de Jessica Jones.

Para alegria de todos, ele não pretende fazer isso, de acordo com Mikey Sutton do Geekosity.

“De acordo com fontes internas, o presidente da Marvel Studios, Kevin Feige, não tem planos de substituir Krysten Ritter.”, disse Sutton para o veículo.

Ainda não há previsão de quando a Marvel trabalhará em um novo plot para a história de Jessica Jones.

O que se sabe é que o retorno de Jessica Jones depende de muito mais elementos do que a boa vontade da Marvel.

A próxima aventura da mulher mais forte do mundo será muito bem embasada naquilo que os fãs conheceram no quadrinhos, mantendo Kristen Ritter no papel principal, o que parece ser muito promissor.

Um palpite é que mesmo com Ritter no papel principal, a história da Netflix não será continuada.

A título de curiosidade, os assinantes da plataforma de streaming executaram em média treze vezes o conteúdo em cerca de quatro anos, o que demonstra que a série teve bom engajamento entre o público.

A escolha de colocar Krysten Ritter no papel da investigadora particular não seria facilmente superada pelo público.

Kilgrave, interpretado por David Tennant também é um dos vilões mais complexos da Marvel, com muitas facetas a serem exploradas, o que permitiu que o show abordasse temas complexos e um tanto quanto obscuros.

O que torna uma pena a história ainda não ter uma continuação.


SIGA-NOS E VEJA MAIS


Veja mais ›