Mais obstáculos no romance entre Casey e Brett em Chicago Fire? Entenda

Casey (Jesse Spencer) e Brett (Kara Killmer) em Chicago Fire: (Reprodução)
Casey (Jesse Spencer) e Brett (Kara Killmer) em Chicago Fire: (Reprodução)

Casey e Brett formam um dos casais mais badalados de Chicago Fire e sua relação tem movimentando bastante os fãs, principalmente depois dos últimos acontecimentos.

O casal se beijou, porém, pelo que ficou entendido nos últimos episódios, eles terão alguns obstáculos em sua relação.

E quando se fala em obstáculos, isso significa pessoas.

Em entrevista recente, o ator Jesse Spencer, que faz o papel de Casey, contou que uma dessas novas pessoas que vão chegar acabarão se tornando interesse romântico do personagem.

“Ele conhece essa garota. Ela está em um acidente de carro e é uma garota bastante atraente, e ela sai com algo no meio deste incidente bastante intenso”, contou ele.

“É estranho e muito engraçado. E eu acho revigorante ter um senso de humor em uma situação tão perigosa. Então ele é pego de surpresa, e eles se encontram algumas vezes. Acho que eles terão alguns encontros.”

Por outro lado, Brett também será envolvida por outra pessoa que chegará de surpresa.

“Há um novo personagem vindo de outro corpo de bombeiros que interage com Brett”, contou a atriz Kara Killmer.

“É um obstáculo em todos os sentidos da palavra. Brett está tentando ganhar espaço. Ela está tentando superar seus sentimentos sobre Casey e tentando seguir em frente.”

Acontece que, mesmo com esses prováveis empecilhos, a relação dos dois parece ter mais força, afinal, o sentimento entre eles é real.

Por isso, Jesse Spencer contou que sente como se a série estivesse realmente brincando tanto com as expectativas dos atores quanto dos fãs, já que a torcida para que o casal dê certo é bem grande.

“Eu sinto que a série está brincando conosco também. Como seres humanos, porque você está torcendo por seu personagem também”, disse ele.

“Você tem que ir lá e viver isso. Não pode simplesmente sentar e deixar isso passar. Você tem que viver isso, tanto quanto você puder… Então é um pouco angustiante para nós também ter que lidar com o constrangimento de todas essas coisas.”, finalizou.


SIGA-NOS E VEJA MAIS


Veja mais ›