Hollywood aprova greve que pode parar toda a TV e Cinema

publicidade

Após alguns trabalhadores do cinema e da televisão protagonizarem protestos em Hollywood na última semana, os membros da International Association of Theatrical Stage Employees votaram pela aprovação de uma autorização de greve.

Esta seria a primeira vez que os trabalhadores do setor paralisam suas atividades em 128 anos de sindicato. A votação dá ao presidente do sindicato o poder de encerrar a produção de filmes e TV em todo o país.

publicidade

Após a apuração dos votos o indicativo de greve foi aprovado com 98,7% de apoio e 90% de comparecimento.

Agora iniciam-se as negociações entre o setor e a Alliance of Motion Picture and Television Producers, que representam os estúdios.

Matthew D. Loeb, o presidente internacional do sindicato deu a seguinte declaração em um comunicado de imprensa:

“Os membros falaram alto e bom som. Esta votação é sobre a qualidade de vida, bem como a saúde e segurança de quem trabalha na indústria do cinema e da televisão. Nosso povo tem necessidades humanas básicas, como tempo para as refeições, sono adequado e um fim de semana. Para aqueles que estão na base da escala de pagamento, eles merecem nada menos do que um salário base. ”

publicidade

No momento, as negociações entre o sindicato e a organização representativa dos estúdios estão paralisadas. Os sindicatos do setor estão negociando desde maio um novo contrato e buscando melhorias na jornada de trabalho, estabelecimento de escalas salariais e benefícios, além de estabilidade dos seguros de pensão e saúde.

Tom Holland em gravações de Homem-Aranha 3 (Divulgação)
Tom Holland em gravações de Homem-Aranha 3 (Divulgação)
publicidade

Loeb agora tem autoridade para paralisar 60.000 trabalhadores, mas primeiro espera-se que o sindicato seja ouvido pela aliança dos produtores. O resultado das negociações está previsto para ser divulgado ainda esta semana.

“Espero que os estúdios vejam e entendam a determinação de nossos membros. A bola está na quadra deles. Se quiserem evitar uma greve, voltarão à mesa de negociações e nos farão uma oferta razoável. ”

A associação que representa os estúdios manifestou sua opinião sobre a grave na seguinte nota:

publicidade

“O AMPTP continua comprometido em chegar a um acordo que manterá a indústria funcionando. Valorizamos profundamente nossos membros da IATSE e estamos comprometidos em trabalhar com eles para evitar o fechamento da indústria em um momento tão crucial, especialmente porque a indústria ainda está se recuperando das consequências econômicas da pandemia COVID-19. Um acordo pode ser feito na mesa de barganha, mas exigirá que ambas as partes trabalhem juntas de boa fé e com disposição para chegar a um acordo e explorar novas soluções para resolver as questões em aberto. ”

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›