Filme de Leandro Hassum na Netflix foi visto por 26 milhões de espectadores

Leandro Hassum em Tudo Bem No Natal Que Vem (Divulgação / Netflix)
Leandro Hassum em Tudo Bem No Natal Que Vem (Divulgação / Netflix)

No início desta semana, a Netflix realizou um evento para seus investidores de mercado para apresentar os lucros do último trimestre de 2020.

Durante a reunião, os números de audiência de algumas produções acabaram sendo revelados, entre eles a comédia nacional Tudo Bem No Natal Que Vem, protagonizada por Leandro Hassum, que se tornou um grande sucesso.

O filme foi visto por mais de 26 milhões de contas em todo o mundo.

O longa brasileiro, batizado de Just Another Christmas no exterior, ocupou a 1ª colocação do ranking de mais vistos da plataforma durante todo o mês de dezembro em diversos países europeus, como Alemanha, Suíça e Portugal.

O diretor de conteúdo da Netflix Brasil, Adrien Muselet, comentou a satisfação da plataforma de streaming com a produção brasileira:

“Os resultados do filme mostram que a produção audiovisual brasileira tem todas as condições de conquistar uma audiência global. Torço para que possamos continuar mostrando as diversas faces da nossa cultura, levando histórias brasileiras a milhões de pessoas do mundo inteiro.”

Leandro Hassum em Tudo Bem No Natal Que Vem (Montagem: Divulgação Netflix / Gui Moreira)
Leandro Hassum em Tudo Bem No Natal Que Vem (Montagem: Divulgação Netflix / Gui Moreira)

Tudo Bem No Natal Que Vem conta com o roteiro de Paulo Cursino e direção de Roberto Santucci, com quem Hassum já trabalhou nas franquias Até Que A Sorte Nos Separe e O Candidato Honesto.

No elenco estão Danielle Winits, José Rubens Chachá, Elisa Pinheiro, Louise Cardoso, Levi Ferreira, Arianne Botelho, Miguel Rômulo e Rodrigo Fagundes.

Tudo Bem No Natal Que Vem (Divulgação / Netflix)
Tudo Bem No Natal Que Vem (Divulgação / Netflix)

O longa que foi disponibilizado dia 3 de dezembro na Netflix, traz a história do rabugento Jorge, que na noite de Natal de 2011 sofre um grave acidente e acorda apenas um ano mais tarde, sem saber o que fez nos 364 dias anteriores.

Com o passar do tempo, ele percebe que está condenado a continuar acordando, ano após ano, na véspera de Natal – e a partir daí, precisa lidar com as consequências que o seu “outro eu” fez nos meses que antecedem Dezembro.

A comédia segue a linha de filmes americanos conhecidos, como Feitiço do Tempo (1993) e Click (2006), estrelada pelo astro Adam Sandler.

Formado em Criação e Produção Audiovisual. Frequentador assíduo das salas de cinemas e também colecionador há anos de filmes em DVD e Bluray. Atuou como produtor e editor do SBT e na redação de blogs e sites em geral. Atualmente, trabalha como redator do E-Pipoca.


SIGA-NOS E VEJA MAIS


Veja mais ›