Fãs detectam erros quase imperdoáveis em Grey’s Anatomy; saiba quais são

Grey’s Anatomy: Reprodução

Embora Grey’s Anatomy tente ser bastante precisa na produção de suas cenas dentro daquilo que se espera de um hospital e de uma série médica, é preciso lembrar que ela é uma ficção e que também pode cometer erros (assim como a vida real também está cheia deles).

Ao longo de dezessete temporadas e mais de 300 episódios exibidos, alguns fãs mais atentos conseguiram perceber alguns desses erros e nós mostramos aqui.

1. O acidente de Trem

Na segunda temporada há um episódio no qual acontece um acidente de trem que deixa duas pessoas desconhecidas empaladas por uma barra de ferro que as impede de serem separadas sem que uma delas morra. Supostamente, eles deveriam ficar parados no mesmo lugar até que a equipe médica pudesse avaliar quais eram as chances de remover a barra e manter os personagens vivos (no final descobrimos que um deles morre).

O erro: fãs que assistiram ao episódio mais de uma vez notaram que cada vez que a dupla aparece na tela, a barra se move mais e os atores estão ou mais próximos ou mais distantes que na cena anterior, algo que deveria ser impossível, mas não foi observado na hora das filmagens.

2. Um colossal erro médico

Na terceira temporada, no vigésimo episódio, ocorre um grave erro médico. Uma paciente chega ao hospital com um garfo preso ao seu pescoço e a doutora Meredith Grey solicita uma ressonância magnética.

O que chamou a atenção do público é que a máquina de ressonâncias é um ímã gigante, e uma paciente com um garfo no pescoço não deveria ser submetida a esse tipo de procedimento.

3. Outro erro médico, na pediatria

Na décima temporada, o problema ocorre com a querida doutora Arizona Robbins. Ela recebe um paciente que se queixa de graves dores abdominais em função de uma insuficiência hepática.

Ao explicar a doença e tentar descrevê-la, a personagem diz que o paciente possui psoríase.

Entretanto, a psoríase é uma doença da pele, responsável por formação de placas prateadas ou esbranquiçadas na pele que causam dor ou coceira, podendo acometer mãos, pernas ou o couro cabeludo.

Um Psicólogo que estuda Medicina, ensina inglês, toca piano, ama escrever e tem um gato. =P


SIGA-NOS E VEJA MAIS


Veja mais ›