Ex-marido de Naya Rivera abre processo contra Estado pela morte da atriz

Naya Rivera, Ryan Dorsey e o filho Josey
Naya Rivera, Ryan Dorsey e o filho Josey (Reprodução)

A família da atriz e cantora de Glee Naya Rivera, que faleceu no dia 8 de julho após se afogar no lago Piru, entrou com um processo por homicídio culposo e negligência contra o condado de Ventura, na Califórnia, onde o tal lago foi localizado.

Os documentos foram lavrados na justiça estadunidense na última terça-feira, 17 de novembro em nome de Josey Hollis Dorsey, filho de 4 anos da atriz que estava no barco no momento em que ela desapareceu nas águas. O responsável por movimento o processo é Ryan Dorsey, pai de Josey e que ficou casado com Naya de 2014 a 2018.

O processo foi aberto conta o departamento de conservação de águas e parques de recreação, alegando que o ocorrido deixou marcas profundas e irreparáveis no garotinho. Segundo os documentos, as instituições governamentais são negligentes por não alertarem suficientemente seus frequentadores sobre os perigos do local, além de não exigirem um equipamento correto durante o aluguel de barcos, já que o barco em que Rivera estava não tinha equipamentos adequados de segurança.

A denúncia oficial afirma que não havia placas na propriedade do lago alertando os visitantes sobre fortes correntes, baixa visibilidade ou ventos fortes. Alega ainda que o barco alugado por Rivera não continha dispositivos de flutuação, escada, corda ou âncora. A ação afirma que o Lago Piru tem uma “história mortal”, citando pelo menos 26 outras mortes por afogamento desde sua abertura.

“Enquanto Naya e Josey estavam nadando, o barco começou a ser levado – provavelmente pela corrente e pelo vento, que soprava a até 21 milhas por hora naquela tarde. Josey, que estava mais perto, conseguiu voltar ao barco por vontade própria e se apoiou no barco, que balançava para frente e para trás com força na corrente e no vento”, escreveu o advogado Amjad Khan na denúncia.

“Josey sabia que Naya ainda estava na água e a ouviu gritar: ‘Socorro! Socorro!’ em sua luta para voltar ao barco e evitar o afogamento. Josey procurou em vão por uma corda para ajudar sua mãe a voltar para o barco. Josey então olhou de volta para a água procurando sua mãe e viu que Naya havia desaparecido. Josey gritou por socorro e chorou sozinho no barco até ser encontrado mais de uma hora depois por um agente de leasing da PMC”.