Boicotado? Produtor dá palpite sobre Frankestein de Del Toro, que nunca saiu

Doug Jones
Doug Jones (Reprodução)

O produtor Doug Jones foi responsável por desenhar as estranhas criaturas dos principais filmes de Guillermo Del Toro, como Fauno, ou mesmo o Homem Anfíbio de A Forma da Água.

Ele estava preparado para fazer outro grande projeto: a reimaginação de Frankestein, e contou em nova entrevista que a criação do Dark Universe da Universal Studios acabou atrapalhando o projeto.

Segundo ele, a intenção jamais foi fazer algo parecido com a aparência que as pessoas já conhecem de Frankestein, popularizada pelo cinema em 1931, e sim algo que fosse mais esquelético.

“Era para ele ser mais magro, com aparência um pouco mais patética. Mas ele teria uma destreza física não natural, afinal ele foi costurado sobre peças sobressalentes de alguns corpos. Teria um rosto mais ossudo, cabelo comprido, e repuxado”, disse ele, que não faz ideia pelo motivo pelo qual o filme foi arquivado, embora chute o fracasso do Dark Universe.

Dark Universe foi um projeto da Universal que contaria com vários monstros diferentes, e que provocariam alguns crossovers, como se fosse um tipo de Marvel das trevas. Depois do fracasso de A Múmia, com Tom Cruise, a ideia foi completamente abortada, e talvez isso tenha prejudicado todos os filmes subsequentes com essa temática.

“A ideia surgiu para fazer o que a Marvel está fazendo, onde existe um Universo Universal de Monstros inteiro”, disse Jones.

“Onde eles podem interagir um com o outro e participar dos filmes um do outro, esse tipo de coisa. Essa nova era começaria com o novo filme da múmia do qual Tom Cruise fazia parte. Meu palpite seria, e novamente, não tenho autoridade para dizer isso, mas meu palpite seria que Guillermo provavelmente queria fazer um filme independente que fosse apenas sua obra de arte, que seria uma homenagem ao livro e uma homenagem ao filme original”, explicou ao site IndieWire dizendo que mataria pela oportunidade de fazer o filme caso ele realmente fosse desengavetado.

Paulo Afonso

Comunicólogo balzaquiano, paulistano, e com experiência vasta nesse mundo virtual. Adorador de séries, filmes, quadrinhos, e tudo o que envolve a cultura pop.


SIGA-NOS E VEJA MAIS