Benedict Cumberbatch fede a cigarro e passa vergonha em gravações

O ator Benedict Cumberbatch contou alguns dos perrengues que passou durante as filmagens de Ataque dos Cães, aclamado filme que estreia na Netflix em 1º de dezembro.

A trama se trata de um faroeste dramático e conta a história de Phil (Benedict Cumberbatch) e George (Jesse Plemons), dois irmãos que vivem uma relação conflituosa. Os dois são ricos proprietários da maior fazenda de Montana.

Cumberbatch revelou que se dispôs a ficar o tempo todo no personagem a fim de dar mais realismo ao seu trabalho, o que significou que ele passou por alguns problemas, como ter que ficar sem tomar banho.

O ator revelou que isso lhe causou certos constrangimentos, uma vez que, ao sair do set, também precisava encontrar outras pessoas, como os amigos da diretora do filme.

“Queria ter uma camada de sujeira por cima de mim, queria que as pessoas ao meu redor sentissem o meu cheiro. Mas isso foi difícil, porque não eram só ensaios ou filmagens. À noite, tinha que sair para comer, ou conhecer amigos de Jane [a diretora]. Passei um pouco de vergonha”.

Ator enfrentou problemas com cigarro durante as gravações

Outra dificuldade que o astro do MCU enfrentou durante as gravações de Ataque dos Cães foi a nicotina, já que o seu personagem fuma cigarros sem filtro em várias cenas.

Ele revelou que, em razão disso, teve um envenenamento por nicotina por três vezes.

“Isso foi muito difícil para mim. Eu tinha que fumar cena atrás de cena. Acabei tendo envenenamento por nicotina três vezes, foi genuinamente horrível.”

No filme, ele dá vida a Phil, um fazendeiro cruel que vive atormentando a esposa do seu irmão, vivida por Kirsten Dunst, e seu filho – interpretado por Kodi Smit-McPhee).

A produção já passou por vários festivais e é uma das favoritas ao Oscar 2022.

Benedict Cumberbatch em Ataque dos Cães (Reprodução)
Benedict Cumberbatch em Ataque dos Cães (Reprodução)

Atores ficaram sem se falar durante o período de gravações

Uma outra curiosidade a respeito das gravações de Ataque dos Cães é que, a fim de tornar a relação mais realista entre os personagens, Cumberbatch e Kirsten Dunst decidiram que não iriam se falar e nem se tratar bem nos bastidores, pelo ‘bem dos seus personagens’.

“Eu não queria ser realmente mau com Kirsten, mas precisava permanecer no personagem”, explicou ele.

“Então, eu não falei com ela no set. Ela fez o mesmo. Éramos maus um com o outro pelo nosso bem.”

Kirsten confirmou dizendo que concordou com o acordo, mas que, às vezes, se esquecia e o cumprimentava.

“Mas às vezes eu errava, via Ben e ficava tipo ‘oi’. E, então, ele respondia com um ‘oi’ seco, e eu fazia questão de não olhar para ele”, disse ela.

Veja mais ›