Cena racista de Monster Hunter faz filme ser boicotado; atores e diretor se pronunciam

Elenco de Monster Hunter (Divulgação / Sony)
Elenco de Monster Hunter (Divulgação / Sony)

Monster Hunter já estreou nos cinemas da China, contudo, o filme foi logo retirado de circulação por contar uma cena racista. Na cena, é feita uma piada sobre um cantiga que fala sobre orientais serem impuros.

Isso gerou boicote ao filme e as críticas ruins respingaram até nos jogos de videogame que começaram a receber péssimas avaliações. O governo da China pediu para que o filme fosse retirado dos cinemas e só voltasse caso a cena fosse modificada ou excluída.

Agora, a atriz Milla Jovovich, o diretor Paul W. S. Anderson e MC Jin, o ator que protagonizou a cena polêmica, pediram desculpas pelo conteúdo racista.

Em um comunicado publicado pela Deadline, Anderson escreveu: “Estou absolutamente devastado que uma fala do nosso filme, Monster Hunter, ofendeu parte do público na China. Me desculpo por qualquer ansiedade ou chateação que esse diálogo e sua interpretação causaram. Monster Hunter foi feito para ser um entretenimento divertido e estou mortificado que qualquer coisa nele causou uma ofensa não intencional. Nós respeitosamente removemos a frase do filme. Nunca foi nossa intenção enviar uma mensagem de discriminação ou desrespeito para ninguém. Ao contrário: em seu coração, esse filme é sobre união”.

No Instagram, MC Jin publicou um vídeo, além de um grande texto.

“O filme Monster Hunter foi lançado recentemente na China e tem acontecido muita controvérsia por conta de uma frase que meu personagem diz. É uma pena que isso tenha escalado para este nível, especialmente porque a cena era para ser edificante. Senti necessidade de falar sobre isso porque o que está em jogo não é a minha carreira, mas algo ainda mais importante para o meu coração – as minhas raízes. Passei os últimos 20 anos usando minha plataforma para incluir e ser uma voz positiva na minha comunidade. Tenho e sempre terei orgulho da minha origem. Aos meus fãs chineses, agradeço todo o apoio e compreensão durante este período”.

Por sua vez, Milla Jovovich escreveu na publicação de MC Jin: “Fico muito triste que você sentiu a necessidade de se desculpar. Você é incrível e sempre falou sobre o orgulho de sua origem chinesa. A frase que você improvisou no filme foi feita para lembrar as pessoas desse orgulho, não para insultar. Deveríamos ter pesquisado a origem histórica disso e essa culpa é 100% nossa, mas você não fez nada errado. Nenhum de nós jamais tinha ouvido essa referência dos joelhos. Você incluiu. Infelizmente foi um erro e a tradução chinesa não ajudou. Nós te adoramos, Jin, e estamos orgulhosos de termos trabalhado com você nesse projeto divertido e empolgante e espero que isso não o deixe triste. Foi nossa culpa não fazer nossa tarefa de encontrar a referência da Segunda Guerra que causou tudo isso. Nós te amamos, Jin”.

Formado em administração e psicologia. Fez curso de desenho com especialização em cartoons. Adora videogame, animações e filmes e séries de super heróis e monstros.


SIGA-NOS E VEJA MAIS


Veja mais ›