Vera Fischer faz revelação sobre Amor, Estranho Amor e surpreende público

Amor, Estranho Amor: Reprodução

O filme Amor, Estranho Amor, que Xuxa conseguiu manter sob censura judicial durante vários anos, ainda continua causando polêmicas.

Nesta semana, a atriz Vera Fischer se manifestou sobre o filme que foi mantido “escondido” pelo fato de Xuxa interpretar Tamara, uma prostituta que protagoniza cenas ousadas com um menino de doze anos.

Acontece que Vera, além de ter vivido uma prostituta de luxo no longa, também foi sua coprodutora juntamente com Anibal Massaini Net.

Em recente entrevista concedida ao Cinejornal, da TV Brasil, a atriz falou sobre o prejuízo financeiro que a censura causou aos envolvidos na produção do filme.

“Tinha um elenco enorme… Pena que o público só viu por um tempo. Ele entrou em cartaz nos cinemas, fez ótimo público, mas saiu de circulação. Eu senti muito até porque era coprodutora do filme. O produtor principal era o Anibal Massaíni e nós sentimos no bolso”, disse Vera.

O que Xuxa acha da censura ao filme hoje?

A apresentadora deu uma entrevista ao Fantástico, da Rede Globo, há algumas semanas e mencionou o assunto.

O posicionamento de Xuxa atualmente é diferente do que ela adotou no passado, quando tinha a intenção de se resguardar e proteger sua carreira com o público infantil.

Hoje, depois de ter amadurecido, ela acredita que o filme deve sim ser visto por abordar um assunto importante que é a exploração infantil.

“Quem não viu, por favor, veja. Fala de uma coisa atual, exploração infantil, realidade de muita gente. Essa é uma ficção, mas a realidade existe com o nome de exploração infantil”, falou a rainha.

Xuxa reforçou ainda seu posicionamento de que o filme não retrata a realidade e não representa quem ela é como pessoa.

“Eu fazia o papel de uma menina de 15 anos vendida para um prostíbulo. Não é minha biografia, não faz parte da minha história. As pessoas levantam essa bandeira falando que transei com um garoto de 13 anos. Eu não transei, aquilo é ficção. Se não, o Arnold Schwarzenegger estaria preso por ter matado um monte de gente nos filmes dele”, refletiu ela.

Em participação no Festival de Cinema de Vitória, ocorrido em 2019, Vera Fischer chegou a falar que a censura ao filme desrespeitava os profissionais envolvidos.

“Eu acho que vão querer lançar novamente nos cinemas ou nas plataformas. E vai ser um ganho… a própria Xuxa disse outro dia que o filme é bom e tem que ser visto. Vai ser bom para a gente.”, concluiu.

Um Psicólogo que estuda Medicina, ensina inglês, toca piano, ama escrever e tem um gato. =P


SIGA-NOS E VEJA MAIS