Saiba em quem Tom Hardy se inspirou para viver vilão de Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge

Christopher Nolan
Christopher Nolan (Divulgação/ Warner Bros.)

Quando um personagem de um filme ou série é criado, pode acontecer de os escritores ou diretores colocarem um pouco de si em seus personagens.

Em uma entrevista para o podcast Happy Sad Confused (via CB), Christopher Nolan foi questionado se os personagens de seus filmes seguem seu estilo de ser.

Nolan negou tal afirmação, apesar de ter dito que Tom Hardy se baseou nele para criar Bane em Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge.

“(…) acho que há um pouco de tendência travessa por parte dos atores de se ver nos cineastas onde, como roteiristas, particularmente roteiristas / diretores, foram capazes de se colocar um pouco de si mesmos em alguma coisa e depois construir sobre isso”, disse Nolan.

Ele continuou: “Tom Hardy afirma que Bane é de alguma forma baseado em mim, mas na mente de Tom há um entrelaçamento muito complexo de impulsos e influências em que de alguma forma eu tenho uma voz. Acho que certamente não é consciente da minha parte, acho que Rob com Neil falamos sobre muitas influências diferentes naquele personagem, nenhuma das quais fui eu”.

Nolan começou a falar sobre o trabalho com Hardy no filme, dizendo que acredita que mesmo oito anos após o lançamento do filme, o apreço pelo desempenho de Hardy não foi totalmente compreendido pelo público.

“Não há rede de segurança para nenhum desses caras e Tom, quero dizer, o que ele fez com aquele personagem ainda não foi totalmente apreciado. É uma atuação extraordinária e verdadeiramente incrível. A voz, a relação entre apenas ver os olhos e a testa”, falou o cineasta.

Tivemos todas essas discussões sobre a máscara e o que ela revelaria e o que não revelaria, e uma das coisas que me lembro dele me dizendo, ele meio que colocou o dedo na têmpora e na sobrancelha e disse ‘Você pode me dar isso para brincar? Deixe as pessoas verem’. Com certeza você vê lá no filme, esse tipo de sobrancelha estilo Brando, expressando todos os tipos de coisas simplesmente monstruosas. É realmente uma bela performance“, finalizou.

Formado em administração e psicologia. Fez curso de desenho com especialização em cartoons. Adora videogame, animações e filmes e séries de super heróis e monstros.


SIGA-NOS E VEJA MAIS


Veja mais ›