Power Rangers: Morfagem Feroz – Atores comentam os momentos mais importantes de seus personagens

Power Rangers Morfagem Feroz (Reprodução)
Cena de Power Rangers: Morfagem Feroz (Reprodução)

O site Comic Book fez uma entrevista exclusiva com os protagonista de Power Rangers: Morfagem Feroz (Power Rangers: Beast Morphers).

A série está chegando ao filme e os atores Rorrie D Travis (Devon), Jasmeet Baduwalia (Ravi), Jacqueline Scislowski (Zoey) e Abraham Rodriguez (Nate) contaram, tentando não dar spoilers, sobre os momentos mais importantes de seus personagens.

O Ragner Vermelho começou: “Durante a leitura, eu fiquei tipo, ‘Ok. Esta é uma das últimas cenas. Oh. Oh, ok. Cuidado agora’. Então, tenho que ter um terno estilo comandante e acho que você pode sentir meu espírito enquanto ele se apodera de mim. ‘Sim, isso é certo, certo? Isso é certo'”.

Travis continuou: “Mas não, foi definitivamente uma honra para os escritores fazerem isso por Devon, e é muito louco. Apenas um ano depois, Devon deixou de realmente não se importar com nada, apenas ser um tipo de jogador, o preguiçoso em certo sentido, para se tornar o líder do time, para se tornar o comandante em um ano. Quer dizer, esse cara, ele acabou de fazer tudo, não é?”.

Para Jacqueline Scislowski a Ranger Amarela houve dois momentos específicos. Ela contou: “Oh, cara. Nesse episódio final específico, apenas aleatoriamente, eu adoro o momento em que fomos alvejados para fora da torre e estávamos todos tropeçando“.

E acrescentou: “Eu simplesmente amei aquele momento que Abe teve em que ele disse, ‘Não, ainda temos que voltar. Temos que ir buscar o irmão dele’ (…) E eu apenas me lembro, adorei ser capaz de fazer uma cena tão dramática e assistir Abe e senti-la. Lembro-me de ter sido emocionante por ele e por Steel, e não sei, é apenas uma cena tão diferente que temos que fazer e adorei fazer isso e ver como ficava na tela. ”

Eu acho que essa é minha dinâmica favorita no episódio também”, disse Rodriguez. “Zoey realmente apoiou Nate, mesmo quando entramos com o comandante, e Rorrie fez aquele discurso, dizendo a todos que agora somos apenas quatro. Pequenos momentos como esse que nunca tivemos antes. Foi tão legal interpretar esse lado das emoções porque não é todo episódio que há algo tão pesado assim“.

Jasmeet Baduwalia falou: “Acho que o meu foi definitivamente rolar montanha abaixo, exatamente como eles estavam falando. E então, vendo aquele Steel deitado ali e pensamos que Steel acabou, achamos que ele está morto. Então, tendo aquele discurso, eu estava até sentindo isso também e ele nem é meu irmão, ele faz parte da minha equipe Ranger”.

“Então, acho que esse atingiu todos nós também, porque apenas o momento, a vibração, as falas, tudo estava lá, a maneira como Rorrie proferiu aquele parágrafo foi tão sincera e foi tão genuíno que me afetou como se fosse meu irmão também. Então, acho que, no final, esses foram os momentos mais impactantes para mim”, finalizou Baduwalia.

Formado em administração e psicologia. Fez curso de desenho com especialização em cartoons. Adora videogame, animações e filmes e séries de super heróis e monstros.


SIGA-NOS E VEJA MAIS


Veja mais ›