Power Rangers: Morfagem Feroz – Atores comentam sobre contracenar com atores lendários da série

Power Rangers Morfagem Feroz (Reprodução)
Cena de Power Rangers: Morfagem Feroz (Reprodução)

Algo comum na série Power Rangers são episódios especiais que contam com a participação de Rangers das temporadas anteriores, principalmente os primeiros Jason, o Ranger Vermelho interpretado por Austin St. John, e  Tommy Oliver, o Ranger Verde interpretado por Jason David Frank.

E claro que em Power Rangers: Morfagem Feroz (Power Rangers: Beast Morphers) a coisa não foi diferente. Em uma entrevista para o site Comic Book, Rorrie D Travis (Devon), Jasmeet Baduwalia (Ravi), Jacqueline Scislowski (Zoey) e Abraham Rodriguez (Nate) disseram como foi contracenar ao lado das grandes lendas da franquia.

Baduwali, o Ranger Azul foi o primeiro a responder: “Lembro-me de quando nos disseram que trabalhariamos com os lendários Rangers e automaticamente ficamos todos muito animados, tão animados, com tantas perguntas. Como foi a temporada deles? Seus próprios métodos de atuação, a preparação que eles passam antes de continuar definido?”

Ele continuou: “Então, quando eles vieram, conhecer Austin St. John, o vermelho original, encontrar um ícone e encontrar Brennan, Yoshi, Davi, encontrar todos eles. Era tão divertido estar perto deles porque eles tinham tantas histórias sobre o que eles passaram. Eles nos levavam a lugares. Vamos aqui, vamos lá. Jantando com eles todas as noites. Isso, e também apenas filmando com eles”.

“Eu estava tão animado. Eu geralmente levanto 20 minutos antes do meu motorista de elenco chegar, mas com eles, eu acordei 30 a 45 minutos antes. Eles tornaram tudo muito mais divertido. Eles foram tão humildes e tão legais . Qualquer dúvida que tivéssemos, eles responderiam com sinceridade e são simplesmente incríveis. Não tenho nada além de coisas boas a dizer sobre eles”, contou.

Cena de Power Rangers: Morfagem Feroz (Reprodução)
Cena de Power Rangers: Morfagem Feroz (Reprodução)

Travis, o Ranger Vermelho, relatou: “Meu momento favorito, acho que já disse antes, definitivamente foi trabalhar com Austin St. John. Ele era um cara ótimo“.

“A primeira vez que estávamos no set, bem na primeira vez que ele entrou no set, eu me machuquei na segunda unidade e fiz alguma coisa com meu tornozelo, não consigo nem lembrar o que fiz , uma reviravolta ou algo assim. Estou sentado na sala verde e aí vem Austin St. John. St. John e seu assistente tiveram algum tipo de treinamento para examinar meu pé e estou literalmente pirando”, ainda falou.

Continuou: “Meu irmão é um grande e original fã do Mighty Morphin, certo? Então, estou tipo, ok, eu sei quem é Austin St. John, este é Austin St. John. Ele está falando comigo de forma tão casual e meu corpo está pirando. Eu estou tipo, ok, aqui está ele”.

“Isso é muito legal. Uau, você está consertando meu pé. A vida é incrível”, acrescentou Travis. “E então ele faz curativos no meu pé e eu vou trabalhar com ele mais tarde. Mas a mesma coisa que Jazz disse, todos os outros caras são ótimos.

“Yoshi, Brennan, James, Davi, eles eram todos ótimos. Caras muito perspicazes porque eles apenas tentaram nos dar o máximo de conhecimento que podiam e ainda estão nos dando conhecimento sobre como é ser um Ranger, pós-Rangers. Mas não foi legal quando eu e Jason saímos do vórtice? Esse foi o meu momento favorito de todos. Eu estou tipo, isso é tão icônico”, concluiu.

Formado em administração e psicologia. Fez curso de desenho com especialização em cartoons. Adora videogame, animações e filmes e séries de super heróis e monstros.


SIGA-NOS E VEJA MAIS


Veja mais ›