Misha Collins pensou que Castiel ficaria apenas poucos episódios de Supernatural

Misha Collins como Castiel em Supernatural
Misha Collins como Castiel em Supernatural (Divulgação)

Misha Collins, de Supernatural abriu o coração sobre sua despedida como Castiel na série, e revelou que acreditava que o personagem era apenas uma participação. 

Em um bate-papo com o TVLine, ele contou que nunca tinha assistido o programa antes, e quando se inscreveu para fazer um teste, não colocou fé que conseguiria o papel. 

“Eu nunca fiz um show como Supernatural. Eu realmente não tinha assistido ao programa, então nem sabia qual era o tom, e não sabia o que realmente estava acontecendo. Eu meio que via isso como mais um convidado que não era grande coisa, e eu meio que não estava dando muita importância a isso, eu acho”, confessou. 

Castiel, apareceu pela primeira vez durante a quarta temporada. O anjo foi enviado por Deus para ressuscitar Dean, e acabou ganhando uma facada no peito. O ator disse que mesmo tendo feito outros personagens no cinema, e na TV, Castiel lhe deu mais destaque do que qualquer um deles, já no primeiro episódio em que ele apareceu. 

Collins creditou sua promoção ao feedback positivo recebido dos fãs, e talvez se não fosse isso, e ele não tivesse permanecido, Supernatural teria uma história muito diferente. 

Castiel fez sua estreia na hora certa, abrindo a porta para que outros personagens futuros, como Crowley e Jack, se tornassem protagonistas por conta própria. 

Castiel também deu Supernatural um tiro no braço em um sentido diferente, já que as interações do personagem com Dean criaram um fandom próprio. No final, o papel que Collins viu como apenas mais uma passagem como convidado provou ser uma mudança de carreira.

Collins é rápido em acrescentar que sua experiência em Supernatural mudou em uma direção positiva quando ele viu a camaradagem entre o elenco e a equipe no set. Ainda assim, sua avaliação inicial é baseada no fato de que Castiel deveria aparecer apenas em um arco de história de seis episódios. 

Há também o fato de que, até aquele ponto, Supernatural tinha lutado para expandir a série além das interações de Sam e Dean. Além do veterano caçador Bobby, que serviu como uma figura paterna para os irmãos Winchester, rostos familiares apareceriam em alguns episódios a cada temporada. 

Paulo Afonso

Comunicólogo balzaquiano, paulistano, e com experiência vasta nesse mundo virtual. Adorador de séries, filmes, quadrinhos, e tudo o que envolve a cultura pop.


SIGA-NOS E VEJA MAIS