Mads Mikkelsen quebra o silêncio sobre substituir Johnny Depp

Animais Fantásticos: Reprodução

Depois da contratação que mexeu com Hollywood alguns dias atrás, o dinamarquês Mads Mikkelsen quebrou o silêncio pela primeira vez e falou sobre substituir Johnny Depp na franquia Animais Fantásticos.

Após Depp ser ‘convidado’ pela Warner a se desligar do projeto, imediatamente surgiram rumores de que o estúdio pensava em usar Mads como a nova versão do bruxo Gellert Grindlewald, o que foi confirmado oficialmente dias depois.

A base de fãs obviamente se dividiu entre aqueles que deram as boas-vindas à Mikkelsen e aqueles que consideram a demissão de Johnny injusta, dando início inclusive a campanhas de boicote. Agora, Mads dá a sua versão sobre o acontecido.

Segundo o ator, sua intenção é conseguir o equilíbrio perfeito entre o legado de Deep e sua própria visão de Grindlewald, uma tarefa para lá de complicada.

“É algo bem complicado. Ainda estamos trabalhando nisso. É preciso que haja uma ponte entre o que o Johnny fez e o que eu vou fazer. Ao mesmo tempo, eu preciso me apropriar do personagem. Mas precisamos achar alguns links e algumas pontes para que não seja algo completamente desassociado do que ele fez de maneira magistral”, declarou à EW.

Situação delicada

Mikkelsen também fez questão de mencionar o motivo da sua contratação, mostrando consternação e respeito por todos os envolvidos no escândalo pessoal envolvendo Johnny e sua ex-esposa Amber Heard.

“Com relação ao trabalho, é obviamente super interessante e bacana. É também chocante que [a oportunidade] tenha aparecido depois do que aconteceu, o que é super triste. Eu desejo o melhor aos dois. São circunstâncias bem tristes. Espero que ambos possam estar de volta em breve”, concluiu.

Ainda é cedo para saber para qual caminho o ator levará o vilão, que de forma geral ficou um pouco aquém do esperado, e também se o seu relacionamento com o jovem Dumbledore (Jude Law) será ou não explorado nos próximos filmes.

Museóloga e Marketeira de formação. Assistia filmes ao invés de brincar na rua. Adora ir ao cinema sozinha. Uma vida consumindo cultura pop.


SIGA-NOS E VEJA MAIS


Veja mais ›