M. Night Shyamalan explica porque nunca realizou filmes da Marvel ou DC

(Divulgação)

Depois de estourar mundialmente com o blockbuster O Sexto Sentido (1999), o diretor e escritor M. Night Shyamalan, na opinião de muitos críticos, se tornaria o novo Spielberg ou Hitchcock.

Porém, embora tenha produzido outros grandes sucessos, como Corpo Fechado (2000), Sinais (2002) e A Vila (2004), Shyamalan nunca alcançou verdadeiramente o alto escalão de diretores de Hollywood, como muitos esperavam.

Muitos apontam que a estrela do diretor começou a se apagar com o lançamento de A Dama na Água (2006), um estranho e criticado filme de fantasia que arrecadou apenas US$ 73 milhões frente à orçamento de US$ 70 milhões.

M. Night decepcionou ainda mais seus fãs e os críticos com seus três seguintes filmes, Fim dos Tempos (2008), O Último Mestre do Ar (2010) e Depois da Terra (2013), perdendo muita influência nos estúdios.

Com orçamentos menores, Shyamalan começou à apresentar recuperação com o terror A Visita (2015) e as sequências de Corpo Fechado: Fragmentado (2016) e Vidro (2019).

Em conversa com o ComicBook.com, o diretor foi questionado se em alguma oportunidade havia conversado com estúdios como Marvel e DC para realizar um filme de super-heróis, e a resposta foi positiva!

“Eu tive muitas conversas ao longo dos anos sobre muitos dos super-heróis com muitos dos estúdios que os possuem, e como eu gostaria de abordar isso. E é uma daquelas coisas que eu acho que é o meu estilo, se alguma vez houve uma situação, eu disse…

“Consegui! Fiz meu filme de história em quadrinhos do jeito que queria fazer meu filme de história em quadrinhos, mas o minimalismo, a insinuação, o não uso de CGI tudo isso é uma linguagem muito diferente. Então, sempre que tivemos essas conversas no passado sobre a pessoa XYZ, é o seu personagem ou franquia. Eu fico tão nervoso tipo: ‘Ei, isso não é o que você gostaria que eu fizesse, é muito quieto, minúsculo e introspectivo.”.

Shyamalan no set de O Último Mestre do Ar (Divulgação)

Shyamalan confirmou que se reuniu com a Marvel Studios algumas vezes, inclusive, após o lançamento de Vidro (2019), filme com temática de super-heróis.

“Já nos reunimos umas duas vezes, e foi muito legal. Amo o universo que eles estão criando. Eles são maravilhosos”.

Um Doutor Estranho ou até mesmo Lanterna Verde, silencioso e introspectivo, feito por Shyamalan, seria interessante, porém, os fãs não devem ter muita esperança de que algo assim aconteça. O diretor deixou claro que só faria um filme do estúdio se tivesse liberdade:

“Eu só faria se fosse algo que permitisse minhas esquisitices, assim eu estaria ok com a ideia”.

Formado em Criação e Produção Audiovisual pelo CBM (Centro Universitário Barão de Mauá). Frequentador assíduo das salas de cinemas, é também colecionador há anos de filmes em DVD e Bluray. Atuou como produtor e editor do SBT e na redação de blogs e sites em geral. Atualmente, trabalha como redator do E-Pipoca.


SIGA-NOS E VEJA MAIS


Veja mais ›