Lily Collins, de Emily in Paris, fala como se dividiu para gravar a série e um filme ao mesmo tempo

Emily in Paris: Reprodução

Lily Collins, protagonista de Emily in Paris está com sua imagem bastante em alta na Netflix neste ano de 2020. A atriz estreou a série em outubro e sua personagem, que dá título à produção, virou um grande sucesso, principalmente entre adolescentes.

Agora, ela traz uma novidade que também estará na Netflix. A moça irá atuar no filme Mank, do diretor David Fincher, ao lado do veterano Gary Oldman.

A atriz começou a gravar o filme no mesmo período em que estava fazendo as gravações da primeira temporada de Emily in Paris e contou que tinha que se dividir entre as duas produções, filmadas em países diferentes: França e Estados Unidos.

Ela contou que foi difícil se dividir entre as duas produções e que o esforço para fazer parte das duas acabou sendo prejudicial para ela. Em suas palavras:

“Foi tudo diferente; países diferentes. Na verdade, eu estava no meio das filmagens de Emily em Paris quando David [Fincher, diretor do filme] e eu nos encontramos.”, disse a atriz.

“Eu consegui o papel e depois tive que voar de volta para Los Angeles duas vezes por períodos de 24 horas no espaço de três semanas.”

“E eu apenas fingi que era um robô. Estou em todas as cenas de Emily em Paris, então tive que pegar um voo no fim de semana e fiquei no ar por mais tempo do que no solo, para ensaios e testes de câmera.”

Entretanto, mesmo com todo o esforço que teve que fazer para atuar em duas produções tão diferentes, a atriz afirma que não se arrepende de ter participado.

“Mas, honestamente, você faz tudo o que precisa quando está trabalhando com Darren Star e David Fincher. E se você tiver a oportunidade de fazer as duas coisas ao mesmo tempo, faça funcionar.”, finalizou ela, satisfeita.

Um Psicólogo que estuda Medicina, ensina inglês, toca piano, ama escrever e tem um gato. =P


SIGA-NOS E VEJA MAIS


Veja mais ›