Kate Winslet conta malabarismo que fez em gravação de cena íntima em carro

Kate Winslet
Mare Sheehan (Kate Winslet)(Divulgação / HBO)

A atriz Kate Winslet, de 45 anos, contou uma história curiosa dos bastidores das gravações da série Mare of Easttown, da HBO.

Ela disse que precisou se esconder no porta-malas de um carro para ajudar uma jovem atriz em sua primeira cena íntima.

Trata-se da atriz Angourie Rice, de 20 anos, mas que na época tinha ainda 19.

“Como não havia roupas que saíssem da cena, eles não consideraram trazer um coordenador de intimidade”, disse Kate, que faz o papel de uma detetive de uma pequena cidade da Pensilvânia na série.

Ela disse que Rice estava bastante nervosa e, por isso, decidiu dar a ela um apoio durante as gravações.

“E eu simplesmente senti que ela estava nervosa. Então eu disse a ela, vou ficar por aqui para isso, vou ficar, não vou sair do set.”

“Ela disse: ‘Graças a Deus, Kate, muito obrigada’. E acabei entrando no carro. Acabei ficando no porta-malas do carro.”

Outro motivo pelo qual Kate decidiu assumiu o papel de ‘coordenadora de intimidade’ foi o fato de que haveria dois operadores de câmera homens dentro do carro, o que deixava a situação ainda mais constrangedora para a jovem atriz.

“Eu sabia que eles se sentiriam melhor com aquela pessoa que seria capaz de levantar a mão e dizer: ‘Na verdade, precisamos cortar agora, está todo mundo se sentindo bem?’”, revelou.

É provável que Kate tenha se visto na mesma posição de Rice, considerando que ela também precisou fazer cenas íntimas em Titanic quando ainda era bem jovem.

Em participação no podcast How I Found My Voice, ela disse que sentiu falta de coordenadores de intimidade em papéis anteriores, já que muitas vezes até os próprios diretores se sentem constrangidos em se comunicar com os atores na hora de fazerem cenas íntimas, mesmo que seja apenas um simples beijo.

Ela até relembrou de quando gravou Ammonite, seu filme mais recente, e sentiu falta de um coordenador de intimidade para as cenas que protagonizou com a atriz Saorise Ronan.

“É interessante que não os tínhamos em Ammonite e acho que em parte porque, na época em que fizemos o filme, era 2019. Os coordenadores de intimidade ainda estavam começando a se tornar uma coisa mais popular, eles não eram uma exigência legal nos sets de filmagem.”, explicou.

“Ammonite foi realmente um filme de orçamento muito baixo, não tínhamos dublês, mal tínhamos um lanche. Não foi algo que nos foi oferecido. ”

“Mas Sairose e eu nos sentimos bastante confiantes no que queríamos fazer com os personagens nessas cenas íntimas. Acho que nós duas juntas meio que cuidando uma da outra nos fez sentir um pouco melhor.”

Entretanto, a atriz admite que o surgimento dos coordenadores de intimidade realmente fazem bastante diferença agora:

“Eu definitivamente gostaria de tê-los no passado, definitivamente desejaria”.

Um Psicólogo que estuda Medicina, ensina inglês, toca piano, ama escrever e tem um gato. =P


SIGA-NOS E VEJA MAIS


Veja mais ›