Emma Corrin utiliza sua personagem em The Crown para falar de liberdade feminina

The Crown (Divulgação / Netflix)
The Crown (Divulgação / Netflix)

Emma Corrin está fazendo grande sucesso por seu papel como Lady Di na série The Crown, da Netflix.

A atriz deu uma entrevista para a edição britânica da revista Glamour e usou o nome de sua personagem para defender a liberdade feminina e falar que não admite rótulos sobre seu corpo e sobre beleza.

A atriz ainda teceu alguns comentários sobre a querida princesa inglesa. Ela disse que acha a palavra ícone insuficiente para defini-la como mulher.

“Acho a palavra ícone, especialmente em referência a Diana, mas com qualquer mulher que colocamos em um pedestal, ser bastante redutora”.

Ela considera que Lady Di foi bastante corajosa ao falar sobre sua bulimia ainda na década de noventa, já que o transtorno alimentar era considerado um tabu naquele período.

“Percebi que ela foi muito sincera sobre isso e fiquei realmente impressionada. Achei que isso estava muito à frente de seu tempo”.

Ela contou que, assim como a princesa Diana, que não admitiu ser controlada, ela também entende que seu corpo não deve viver sob regras sociais e, por isso, defendeu a liberdade de não se depilar. Na capa da revista, a atriz exibe pelos nas axilas.

“Fazia alguns anos que eu desejava deixar meus pelos crescerem, mas agora fiquei solteira”, contou ela. “Não fiz isso antes porque estava namorando, e acho que fui programada para pensar que provavelmente deveria raspá-los para o benefício de ambas as partes. Mas f*da-se, eu realmente não quero me depilar”, contou ela à publicação.

“Acho interessante como a mídia e grande parte de nossa cultura adora rotular ou classificar as mulheres: como me apresento, o que faço com minha maquiagem, meus pelos corporais, meus cabelos ou qualquer coisa esteticamente”, disse ela em tom de chateação.

Emma Corrin recentemente revelou também que foi parar no hospital na Espanha enquanto gravava cenas da série da Netflix. A atriz estava dentro de uma piscina bastante gelada, o que afetou sua saúde já que ela tem asma. Felizmente tudo terminou bem e ela retornou pra casa em Londres.

Um Psicólogo que estuda Medicina, ensina inglês, toca piano, ama escrever e tem um gato. =P


SIGA-NOS E VEJA MAIS