Diretores procuram a Sony após Warner decidir lançar seus filmes em streaming

(Montagem: Divulgação/Guilherme Moreira)

Tony Vinciquerra, presidente e CEO da Sony Pictures, declarou em entrevista à CNBC, que está tendo um aumento no interesse de cineastas que querem trabalhar com o estúdio, por priorizar os lançamentos exclusivamente nos cinemas.

Tal interesse aumentou após a Warner Bros. tomar uma polêmica decisão de lançar seus filmes no streaming HBO Max no mesmo dia que eles estreiam nas telonas.

“Depois do anúncio da Warner Bros., os diretores e atores começaram a nos procurar porque trabalhar com a gente ficou mais vantajoso, visto que lançaremos nossos filmes nos cinemas em 2021. O benefício real tem sido o número de ligações recebidas de talentos, criadores, atores e diretores dizendo: ‘Queremos fazer negócios com vocês porque sabemos que vocês preferem lançar seus filmes nos cinemas.’. Isso está sendo vantajoso para nós”.

Tony Vinciquerra (Divulgação)

Patty Jenkins, diretora de Mulher-Maravilha (2017) e Mulher-Maravilha 1984 (2020) se mostrou revoltada com a Warner durante entrevista ao The New York Times, criticando a decisão do estúdio:

“Vou te dizer, alguns estúdios vão voltar ao modelo tradicional e causar uma tremenda revolução na indústria, porque todo grande cineasta quer e é lá que vou trabalhar”.

Christopher Nolan, diretor do recente Tenet (2020), se diz surpreso com a decisão e apresentou duras críticas também:

“Há tanta controvérsia ao redor disso, porque eles não contaram a ninguém. É muito, muito, muito bagunçado. Um verdadeiro esquema de ‘isca-e-troca’. Sim, você não deveria tratar esses cineastas, estrelas e pessoas assim, eles deram muito por esses projetos. Eles merecem ser consultados e comunicados a respeito do que vai acontecer com o seu trabalho”.

“Em 2021, eles conseguiram alguns dos maiores cineastas do mundo e algumas das maiores estrelas do mundo que – em alguns casos – trabalharam por anos nesses projetos, que são do seus corações e que foram feitos para a experiência nas telonas. Eles foram criados para fora, para alcançar a mais abrangente audiência possível… E agora eles estão sendo usados como contenções de perda para o serviço de streaming – para o novato serviço de streaming -, sem qualquer consulta prévia”.

Em entrevista concedida ao The Hollywood Reporter, Nolan ainda chamou a plataforma HBO Max de “o pior serviço de streaming”:

“Alguns dos maiores cineastas da indústria e estrelas de cinema mais importantes foram para cama achando que trabalhavam para o maior estúdio de todos e acordaram para descobrir que estavam trabalhando para o pior serviço de streaming”.

Formado em Criação e Produção Audiovisual pelo CBM (Centro Universitário Barão de Mauá). Frequentador assíduo das salas de cinemas, é também colecionador há anos de filmes em DVD e Bluray. Atuou como produtor e editor do SBT e na redação de blogs e sites em geral. Atualmente, trabalha como redator do E-Pipoca.


SIGA-NOS E VEJA MAIS