Diretor do Pânico 5 explica como Wes Craven influenciou a violência do filme

Sidney Prescott (Neve Campbell) em Pânico (Reprodução)
Sidney Prescott (Neve Campbell) em Pânico (Reprodução)

Em breve chegará nos cinemas a quinta parte da famosa franquia de filmes Pânico. Os quatro primeiro filmes foram dirigidos por Wes Craven, que faleceu em 2015.

Quem assume a direção do quinto filme são Tyler Gillett e Matt Bettinelli-Olpin, conhecidos por dirigirem o filme Casamento Sangrento.

A principio, muitos ficaram com um pé atrás sobre se os novos diretores poderiam se aproximar do que Craven fez.

Contudo, a dupla mostrou que é capaz de chegar ótimos níveis quando se trata de terror, tanto que isso agradou o roteirista dos filmes originais Kevin Williamson, como também fez com que a atriz Neve Campbell decidisse fazer parte do longa metragem.

Em uma entrevista para o Cinema Blend, Tyler Gillett e Matt Bettinelli-Olpin comentaram Wes Craven influenciou a violência de Pânico 5.

“Antes disso, em Casamento Sangrento, nós tínhamos conversas muito tipo ‘Como lidamos com a violência?’ A violência nisso, uma das grandes coisas que recebemos de Wes Craven, é a ideia de que você nunca pode tratar a violência como está acontecendo com outra pessoa”, começou Bettinelli-Olpin

 E acrescentou: “Tem que sempre acontecer com um ser humano, que tem uma família, que tem entes queridos. Com quem você deve se preocupar. E então quando você está na violência não é para brincadeiras, não é para o humor. Tudo ao redor pode ser divertido, mas violência é violência e deve ser tratada como tal”.

As gravações do filme já foram encerradas. Pânico 5 está programado para chegar aos cinemas no dia 14 de janeiro de 2022.

Ainda não foram revelados detalhes da trama. O elenco conta com o retorno de Neve Campbell como Sidney Prescott, David Arquette como Xerife Dewey Riley e Courtney Cox como Gale Weathers-Riley. Entre os novos rostos do elenco estão Jenna Ortega, Jack Quaid, Dylan Minette, Melissa Barrera e Mason Gooding.

Formado em administração e psicologia. Fez curso de desenho com especialização em cartoons. Adora videogame, animações e filmes e séries de super heróis e monstros.

Formado em administração e psicologia. Fez curso de desenho com especialização em cartoons. Adora videogame, animações e filmes e séries de super heróis e monstros.


SIGA-NOS E VEJA MAIS


Veja mais ›