Conheça a história de Pai em Dobro, novo filme de Maisa na Netflix

Maisa no cartaz de Pai em Dobro (Divulgação / Netflix)

A comédia nacional Pai em Dobro, estrelado por Maisa e roteirizado pela autora Thalita Rebouças, estreia nesta sexta-feira (15) na Netflix.

O filme nos mostra a grande aventura de Vicenza, uma jovem criada em uma comunidade hippie, que ao completar 18 anos resolve descobrir a verdadeira identidade de seu pai.

Só que sua mãe (Laila Zaid) acha que não é o momento e convida a filha para ir com ela a um retiro na Índia. Determinada, a garota foge para Santa Teresa a fim de encontrar Paco (Eduardo Moscovis), que ela desconfia ser seu pai.

Porém, no meio do caminho ela passa a desconfiar que Giovani (Marcelo Médici) também possa ser o seu pai, e daí a confusão está armada! Em meio à tanta aventura, Vicenza vai contar com a ajuda de Cadu (Pedro Ottoni), neto do dono da pensão onde ela está hospedada.

Confira o trailer abaixo:

 

Pai em Dobro é o primeiro projeto de Maisa junto à Netflix. O longa foi escrito por Renato Fagundes (de Modo Avião) e Rebouças, que mais tarde adaptou o próprio roteiro do filme em um livro homônimo, lançado pela Editora Rocco, em novembro do ano passado.

A direção é de Cris D’Amato (do recente 10 Horas para o Natal).

O elenco conta ainda com Eduardo Moscovis, Marcelo Médici, Laila Zaid, Pedro Ottoni e as participações da cantora Fafá de Belém e da digital influencer, Thaynara OG.

Laila Zaid e Maisa em cena (Divulgação)

Críticas

Veja as primeiras impressões causadas pelo filme:

“Pai em Dobro tem um argumento lindinho cuja mensagem gera reflexão sobre o núcleo familiar, ainda mais quando pensamos que, embora seja um filme para toda a família, o público-alvo é jovem/adolescente – uma idade muito frágil, de busca de identidade e das raízes, envolta em muita expectativa, frustração e conquista. É uma gracinha de filme, que diverte e emociona como o próprio carnaval e tem sabor de férias” – CINEPOP

Eduardo Moscovis, Maisa e Marcelo Médici (Divulgação)

“Divertido, engraçado, com boas mensagens, a estreia de Maisa na Netflix é um acerto neste começo de parceria” – METRÓPOLES

“Com a popularidade de Maisa, este filme tem tudo para se tornar um clássico para a geração de nascidos a partir da segunda metade dos anos 2000, pois são jovens que cresceram com a atriz e que vivem ou em breve viverão dilemas parecidos com os de Vicenza” – A GAZETA

Formado em Criação e Produção Audiovisual pelo CBM (Centro Universitário Barão de Mauá). Frequentador assíduo das salas de cinemas, é também colecionador há anos de filmes em DVD e Bluray. Atuou como produtor e editor do SBT e na redação de blogs e sites em geral. Atualmente, trabalha como redator do E-Pipoca.


SIGA-NOS E VEJA MAIS


Veja mais ›