Atriz que raspou a cabeça para filme da Netflix é julgada pelo público e faz desabafo

Arianne Botelho: Reprodução / Instagram

A atriz paulistana, ex-global, Arianne Botelho, está na Netflix com o filme Tudo Bem no Natal que Vem, primeiro da parceria entre a Netflix e o comediante Leandro Hassum.

Na produção, que está em alta na Netflix, a atriz interpreta a personagem Aninha, filha do protagonista.

Acontece que, para dar vida à personagem, que sofre de câncer, a atriz de 27 anos de idade precisou raspar sua cabeça e afirmou que sofreu julgamento das pessoas em público em razão disso.

“Quando eu raspei, a primeira coisa que eu fiz foi ir à praia e depois ao shopping. Foi proposital. Eu reparei no olhar das pessoas. Eu queria entender na pele o que as vítimas de câncer passam.”, começou dizendo a atriz.

“As pessoas te olham e já te colocam o estigma da doença. Há um certo julgamento. Não é nosso padrão estético, as mulheres sempre tiveram o cabelo comprido.”, falou a atriz em entrevista ao site Notícias da TV.

Arianne tomou a decisão de raspar o cabelo juntamente com Roberto Santucci, diretor de Tudo Bem no Natal que Vem. Eles entraram em acordo ao entenderem que não seria possível contar a história de Aninha utilizando uma peruca.

A atriz revelou ainda que não ficou só nisso (o corte). Ela disse que fez pesquisas sobre o câncer de mama e foi atrás de mulheres que passaram por esse sofrimento a fim de fazer uma abordagem responsável sobre o assunto.

“Meu processo de pesquisa foi muito bom porque eu sou intensa. Eu me aprofundei no assunto e busquei muita informação para tentar entrar no universo da doença.”, falou.

“Tive muitas conversas sobre isso, inclusive com uma tia minha, que teve a doença, para falar de maneira responsável. É um assunto muito delicado”, disse ela.

“Foi um projeto que me exigiu bastante. Durante todo esse tempo, eu pensei, pesquisei e amadureci como atriz e pessoa.”, finalizou.

Um Psicólogo que estuda Medicina, ensina inglês, toca piano, ama escrever e tem um gato. =P


SIGA-NOS E VEJA MAIS


Veja mais ›