Ator de Pânico tem desejo impossível para próximo filme

Pânico: Reprodução

O ator David Arquette já está pronto para retornar à sequência de Pânico (o quinto filme da franquia) no papel do personagem Dewey Riley.

Em entrevista concedida ao Hollywood Life, ele revelou um desejo especial tanto para seu personagem quanto para as outras duas que formam com ele o trio protagonista desde a primeira edição – Gale Weather (Courteney Cox) e Sidney Prescottr (Neve Campbell): que todos permaneçam vivos.

“Nunca se sabe! Todos devem estar preocupados sempre! É um filme de terror realmente assustador. Quem sabe o que pode acontecer? Mas eu também gostaria que todos sobrevivessem. Eu amei o fato de que sobreviveram até agora”.

A preocupação do ator talvez aconteça porque há algumas semanas, o produtor Kevin Williamson deixou claro que o quinto filme da franquia teria um estilo bastante diferente daquele que já foi visto nos anteriores.

Ele conseguiu deixar os fãs bastante curiosos ao afirmar que a sequência terá elementos e situações inovadoras a fim de evitar o desgaste do gênero do terror slash.

Influências de Jordan Peele

Acredita-se que o filme terá influência dos filmes de terror dirigidos por Jordan Peele, cineasta elogiado por obras como Corra (2017) e Nós (2019).

Os diretores do longa, Matt Bettinelli-Olpin e Tyler Gillet, comentaram o assunto, dizendo:

 “Nós conversamos muito sobre a obra de Jordan Peele, porque o que ele tem feito é a coisa mais próxima de algo que esperamos fazer e que amamos em termos de estilo”, disse Gillett.

“Pensamos em algo tenso, emocionante e divertido ao mesmo tempo.”

Ele não quis dar mais nenhum detalhe sobre o que o público deve esperar, mas indicou que o longa promete ser bastante surpreendente e causar uma sensação de desconforto no público.

“Nos inspiramos muito na sensação que Nós transmite ao público porque esse filme conseguiu capturar a emoção das pessoas de uma forma muito natural.”, continuou ele.

“A trama tem toques de descontração que te distraem do que está por vir… É um filme bem pipoca, mas não deixa de ser um terror. Para nós, ele representa muito bem o que Wes Craven construiu em A Hora do Pesadelo e na franquia Pânico.”

Um Psicólogo que estuda Medicina, ensina inglês, toca piano, ama escrever e tem um gato. =P


SIGA-NOS E VEJA MAIS


Veja mais ›