Saiba por que Peter Jackson é um herói na Nova Zelândia

publicidade

Todo fã de O Senhor dos Anéis sabe que a Nova Zelândia foi escolhida como cenário para representar a Terra-Média nos filmes, mas quase ninguém sabe que o país tem o roteirista da franquia, Peter Jackson, como um herói local.

O motivo é bastante simples na verdade, acontece que foi o escritor que decidiu que o país era o lugar mais adequado para recriar a Terra-Média, devido toda suas belas paisagens e beleza crua, que ele considerou ideal para a história que ia contar.

Todos os três filmes da franquia O Senhor dos Anéis: A Sociedade do Anel, As Duas Torres e O Retorno do Rei, foram filmados na Nova Zelândia, divididos em 150 locações diferentes, por três anos seguidos.

Como se todo esse tempo em produção já não tivesse gerado um bom lucro para o país, o lugar ainda se tornou ponto turístico por ter ambientado os famosos filmes, o que o levou de um pequeno e remoto país a uma bem-sucedida nação.

Peter Jackson e Ian Mckellen durante filmagens de Senhor dos Aneis (Reprodução)
publicidade

A economia da Nova Zelândia sofreu um efeito profundo e imenso nos últimos 20 anos, graças a ter se tornado o lar de O Senhor dos Anéis e O Hobbit, que foram imprescindíveis para elevar seu perfil internacional, sua reputação e seu turismo local.

Segundo o CEO da Comissão de Cinema, David Strong, antes de O Senhor dos Anéis, o país não lucrava grandes coisas com a indústria do cinema, pois só tinha sediado filmes independentes e de arte, que em sua maioria não se tornaram muito conhecidos, com exceção de O Piano.

Em compensação, após a reconhecida franquia de filmes escolher o país como seu cenário, a indústria de cinema começou a render-lhe muito dinheiro, em 2018, obteve-se um lucro de cerca de US$ 2,16 bilhões.

Um dos locais que serviram de cenário para filmar O Senhor dos Anéis na Nova Zelândia (Divulgação)

Neste ano, apesar de todos os problemas causados pelo Covid-19, principalmente recentemente com a propagação da variante Omicron, segundo a Comissão de Cinema, a Nova Zelândia deve lucrar US$ 608 milhões por sediar filmagens.

publicidade

“Peter Jackson trouxe para a Nova Zelândia os maiores filmes do mundo, através do sistema de Hollywood e do lado comercial do cinema, que são tipos totalmente diferentes de filmes. Graças à visão e coragem de Peter, os neozelandeses perceberam que podiam fazer filmes em grande escala”, afirmou David Strong.

Para o CEO da Comissão de Cinema, há quatro fatores responsáveis pelo boom de filmagens realizadas no país nas últimas duas décadas: o cenário do país, um desconto de 20 a 25%, sua tecnologia de ponta e suas equipes engenhosas.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›