Atriz da Marvel lamenta cortes em Thor: Amor e Trovão e faz apelo

Atriz também falou sobre como está feliz em trabalhar com o cineasta

publicidade

Retornando ao Universo Cinematográfico Marvel e ao lado de Chris Hemsworth em Thor: Amor e Trovão, como a nova heroína Poderosa Thor, Natalie Portman falou sobre trabalhar com o diretor Taika Waititi, que ela revelou que eliminou planetas inteiros da história.

Durante uma recente entrevista para o site americano Collider, a atriz se mostrou muito feliz e entusiasmada em estar trabalhando com o cineasta, e como ela aprecia a maneira que ele cria novos universos incríveis, mesmo que eles não cheguem na versão final do filme.

“A alegria e a tristeza de um projeto de Taika Waititi é que ele cria tanto brilho e tanto material que o filme poderia ser como um número infinito de coisas. E isso inevitavelmente significa que comédia e drama incríveis, hilários, comoventes acabam não estando lá. Então, há muito. Quero dizer, há planetas completos que não estão mais lá!” 

publicidade

Portman acrescentou que torce fortemente para que, tudo que foi tirado do filme sala de edição de Thor: Amor e Trovão, possa se tornar uma parte do blu-ray, quando ele for lançado, ou que seja divulgado de alguma maneira, pois na opinião dela tudo devia chegar ao público.

“Rezo para que ele acabe como um DVD extra em algum lugar ou que ele saia em algum lugar. Porque quero dizer, sim, é uma coisa muito notável”, ela salientou.

Poderosa Thor (Natalie Portman) em Thor: Amor e Trovão (Reprodução / Marvel)
Poderosa Thor (Natalie Portman) em Thor: Amor e Trovão (Reprodução / Marvel)

Após quase dez anos afastada da franquia, Natalie Portman está voltando com força total em Thor: Amor e Trovão, levando para as telas a história escrita por Jason Aaron para a Marvel Comics, ao assumir o papel de Poderosa Thor.

A mudança radical de uma cientista desprotegida e doente para uma super-heroína de sua personagem foi apontada pela atriz como apenas uma parte de toda a história que acontece no filme.

publicidade

“É incrível ver. Acho que isso faz parte do que é uma abertura de olhos, quando você vê a versão final e quantos artistas incríveis trabalham nele depois do que fazemos para criar o que realmente o público experimenta. Porque a maioria do que você vê são artistas de efeitos. Mas curiosamente, as cabras que tínhamos não foram criadas no computador. Era um tipo prático de esculturas que tínhamos no set conosco com línguas para fora e tudo mais”.

Thor: Amor e Trovão chega aos cinemas brasileiros em 7 de julho.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›